SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Importação sinaliza retomada no 2º semestre, mas incerteza persiste

Importação sinaliza retomada no 2º semestre, mas incerteza persiste


Fonte: Valor Econômico (21 de agosto de 2020 )

 

Após meses de fortes quedas provocadas pela pandemia, as importações brasileiras sinalizam uma retomada. Embora ainda haja incertezas para o longo prazo, o cenário para o segundo semestre é de recuperação. Hoje, o número de navios que chegam à costa brasileira com contêineres voltou ao normal, e o preço do frete em rotas importantes, como a Ásia-Brasil, está em alta, diante da maior demanda.

 

No caso dos produtos chineses, que respondem por quase metade dos contêineres importados pelo Brasil, o mês de agosto já mostra uma reação relevante, segundo levantamento da consultoria Solve Shipping. No mês, a capacidade total dos navios que chegarão ao país será praticamente igual à de 2019.

 

Além disso, os navios estão com uma ocupação bastante alta, na faixa dos 90%, afirma Leandro Barreto, sócio da consultoria. “As utilizações estão subindo de forma consistente nas últimas quatro semanas, o que nos faz acreditar que os fretes vão retornar aos níveis pré-covid, mas ainda abaixo das médias históricas”, diz.

 

As importações chinesas foram as primeiras a sofrerem um impacto por conta da pandemia, que começou no país asiático.

 

Entre março e julho, a rota China-Brasil sofreu 23 “blank sailings”, ou seja, cancelamentos de viagens. O número equivale a pelo menos cinco semanas de importações de contêineres – em geral, por semana, quatro cargueiros saem do país asiático rumo aos portos brasileiros.

 

Entre março e abril, os cancelamentos foram decorrentes do fechamento das atividades na China, durante o “lockdown” no país. Nesse período, foram suspensas nove viagens. Nos meses seguintes, outros 14 navios deixaram que viajar, desta vez por conta da desaceleração no mercado brasileiro e das oscilações cambiais, que geraram instabilidade aos importadores.

 

Hoje, já não há mais perspectivas de suspensão de viagens vindas da Ásia. Nas rotas de importação da Europa e Estados Unidos, que sofreram menos “blank sailings”, também não há previsão de cancelamentos provocados pela pandemia nas próximas semanas, o que dá mais tranquilidade ao setor, afirma Cláudio Oliveira, diretor comercial da Brasil Terminal Portuário (BTP), um dos grandes operadores de contêineres no Porto de Santos.

 

Hoje, o aumento de pedidos de importação é evidente, mas isso não necessariamente reflete uma melhora real na economia do país, avalia Rafael Dantas, diretor de vendas da importadora Asia Shipping. Para ele, a demanda dos próximos meses revela uma necessidade de reposição dos estoques, após tantos meses de quedas bruscas.

 

“As empresas ficaram muito tempo sem importar. Não só por conta da pandemia, mas também pela incerteza cambial. Agora que as vendas estão voltando e que há uma maior estabilização do dólar, haverá uma reposição dos estoques, o que não significa que o mercado está uma maravilha”, diz ele.

 

Além disso, o período de agosto a outubro é tradicionalmente forte para importações, por conta dos feriados de fim de ano, como Black Friday e Natal.

 

A principal questão agora é em qual patamar o mercado vai se estabilizar, avalia Thomas Rittscher, presidente da Localfrio, que administra terminais alfandegários em Santos (SP), Suape (PE) e Itajaí (SC). “Há uma sazonalidade, então as importações tendem a crescer neste segundo semestre, mas ainda não se sabe como os volumes vão se acomodar depois disso. Há uma dificuldade de fazer projeções de mais longo prazo.”

 

Os executivos apontam setembro como um mês decisivo para traçar esse cenário futuro. “O resultado será relevante para uma leitura mais precisa das expectativas do mercado, porque até lá teremos passado o pico da pandemia, e é um período tradicionalmente forte”, afirma Rittscher.

 

Para a BTP, a expectativa é de uma retomada a partir de 2021. “No próximo ano, esperamos ver o crescimento que estava previsto para 2020”, diz Oliveira.


Mais lidas


  Estivemos presente na primeira Expo Retomada – Evento Teste Oficial autorizado pelo Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura Municipal de Santos, para falarmos sobre a reabertura dos eventos.   Nosso Diretor-Executivo, Ricardo Molitzas participou no 3º Painel: “Novas oportunidades de gestão para o setor de eventos” ao lado da Sueli Martinez […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais