SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Disputa em Santos

Disputa em Santos


Fonte: Valor Econômico (21 de agosto de 2020 )

A área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou a derrubada de uma medida cautelar que impede a construção de uma pera ferroviária no Porto de Santos, em uma área hoje ocupada pelo terminal da Marimex. No entanto, os técnicos do tribunal também cobraram do governo mais informações sobre o projeto, como qual será o modelo de gestão da malha ferroviária, quem será o responsável pela obra e como ela será financiada. “Tal indefinição gera insegurança jurídica e sequer permite o início da construção da pera ferroviária”, diz o parecer. A equipe do TCU também recomenda que a Marimex possa continuar operando no local enquanto o projeto logístico não sai do papel. A decisão final será dada pelo ministro relator, Vital do Rêgo.

 

Desde maio, a Marimex trava uma disputa com a estatal federal Santos Port Authority (SPA). De um lado, a empresa tenta renovar seu contrato por mais 20 anos e, de outro, a SPA planeja uma pera ferroviária no local, para destravar o acesso à margem direita do porto, principalmente aos terminais de grãos. O arrendamento teria se encerrado em maio, mas a companhia conseguiu liminares para manter a operação – uma delas, judicial, já foi derrubada, mas ainda resta a avaliação do TCU.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais