SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Porto de Santos tem a maior movimentação entre os portos públicos do País, diz Antaq

Porto de Santos tem a maior movimentação entre os portos públicos do País, diz Antaq


Fonte: G1 (20 de agosto de 2020 )
Movimentação de cargas no Porto de Santos — Foto: A Tribuna de Santos

 

O Porto de Santos foi o de maior movimentação entre os portos públicos do Brasil no primeiro semestre de 2020, de acordo com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). No período, o porto santista movimentou 55,7 milhões de toneladas de cargas, representando um crescimento de 10% em relação ao primeiro semestre de 2019.

 

Os números são do Estatístico Aquaviário da Antaq, divulgado nesta terça-feira (18) pelo órgão. Segundo o balanço, o setor portuário brasileiro (portos públicos e portos privados) movimentou 538 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2020. Em meio à pandemia da Covid-19, houve um crescimento de 4,4% em relação ao primeiro semestre de 2019, quando foram movimentados 515,2 milhões de toneladas.

 

O porto santista ocupou o primeiro lugar entre os portos públicos com 55,7 milhões de toneladas de cargas movimentadas. O segundo lugar do ranking ficou com o Porto de Paranaguá com 25,7 milhões de toneladas.

 

Santos operou 16,1 milhões de toneladas de soja, um aumento de 39% (4,5 milhões de toneladas) no período. Também foi registrado um aumento de 14% nas exportações, em relação ao primeiro semestre do ano passado.

 

Entre os portos privados, os principais destaques foram o Terminal Aquaviário de Angra dos Reis e o DP World Santos. O terminal da Transpetro movimentou 31,5 milhões de toneladas de petróleo, 8,7 milhões de toneladas a mais do que no primeiro semestre de 2019. Já o DP World de Santos registrou a maior movimentação de contêineres entre os portos privados, ao operar 387,2 mil TEU, um crescimento de 41% na movimentação em relação a igual período de 2019.

Mercadorias
Em relação aos tipos de carga, no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado, houve crescimento de 2,2% na movimentação de granel sólido e 15,5% de granéis líquidos.Já contêineres e carga geral solta apresentaram queda, respectivamente, de -1% e -6,2% em relação a igual período de 2019.

 

Entre as mercadorias que registraram crescimento de movimentação em comparação com o primeiro semestre de 2019, as principais foram petróleo e derivados (19,8%) e soja (31,4%), já minério de ferro (-9,7) e contêineres (-1%) registraram queda.

 

Navegação
Em relação aos tipos de navegação, foram movimentados na navegação de longo curso 375,5 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2020, um crescimento de 2,5% na comparação com igual período de 2019.

 

Já a navegação de cabotagem movimentou 125,4 milhões de toneladas, com 10% de crescimento. No transporte de contêineres, a cabotagem apresentou crescimento de 2,6% no período, totalizando 750 mil TEU.

 

Na navegação interior, a movimentação atingiu 35,4 milhões de toneladas, contabilizando crescimento de 7,8%, em relação ao primeiro semestre de 2019. Na comparação entre os primeiros semestres de 2010 e 2020, o crescimento foi de 122%.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais