SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Porto do Itaqui ultrapassa 500 navios no ano

Porto do Itaqui ultrapassa 500 navios no ano


Fonte: EMAP - Porto do Itaqui (3 de agosto de 2020 )

Na semana passada o Porto do Itaqui movimentou seu navio de número 500, marca alcançada em pouco mais de seis meses. Apesar da pandemia, por se tratar de um serviço essencial, o porto público do Maranhão seguiu operando para garantir o abastecimento de toda a região centro-norte do país.

 

“Com a adoção de rígidos protocolos de segurança foi possível alcançar esses resultados. O primeiro semestre desse ano mostrou que nossos esforços para manter o porto operando foram exitosos. Além de garantir os insumos para abastecer as cidades da nossa área de influência, essa capacidade de resiliência e resposta rápida à crise permitiu a manutenção de empregos, das exportações e, consequentemente, da arrecadação, aspectos fundamentais neste ano atípico”, afirmou presidente do Itaqui, Ted Lago.

 

Em todo o ano de 2019 passaram pelo Itaqui 830 navios, o que representa uma média de 69 atracações por mês. Em 2020 a média está acima de 80 atracações mensais. “Além do crescimento nessa média, outro dado importante é a taxa de ocupação geral dos nossos berços, que está em 80%, dentro do limite definido pela ONU-UNCTAD como o ideal, o que demonstra nossa eficiência operacional”, destaca o diretor de Operações e Planejamento, Jailson Luz.

 

O navio de número 500 foi o SBI Hyperion, de bandeira da Libéria, desatracou do Porto do Itaqui na segunda-feira, 27, após carregar 65 mil toneladas de milho. A embarcação veio do Porto de Conakry, República da Guiné, com destino ao Porto de Haifa, em Israel.

 

Para o segundo semestre a expectativa é de mais crescimento em movimentação de cargas, com a entrada em operação da segunda fase do Tegram agora em agosto, o que vai elevar a capacidade de movimentação de grãos no Itaqui para 19 milhões de toneladas/ano. O volume de fertilizante também deve crescer a partir da inauguração do novo terminal de fertilizantes, da Companhia Operadora Portuária do Itaqui (Copi), ainda neste ano. A previsão é saltar de uma capacidade de 2 milhões para 3,5 milhões de toneladas de importação de fertilizante por ano.

 

A infraestrutura para granéis líquidos também está em fase de ampliação no Itaqui, com os projetos da Ultracargo, Granel e Raízen, além da perspectiva de licitação para arrendamento de quatro áreas para terminais, prevista para este segundo semestre, um investimento de R$ 478,1 milhões da iniciativa privada no porto público do Maranhão.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais