SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Representante de empresas da Alemoa lista gargalos no Porto de Santos

Representante de empresas da Alemoa lista gargalos no Porto de Santos


Fonte: A Tribuna (20 de julho de 2020 )
Falta de uma saída de emergência é um dos problemas da região (Carlos Nogueira/AT)

 

Os semáforos inteligentes serão capazes de dar mais fluidez ao trânsito. Mas, além dos gargalos causados pelo excesso de veículos no bairro da Alemoa, no Porto de Santos, a região enfrenta ainda problemas de drenagem, pavimentação e a falta de uma saída de emergência.

 

A constatação é do presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial e Portuário da Alemoa (AMA), João Maria Menano. Segundo o executivo, pleitos antigos, como a construção de um novo acesso ao Porto de Santos, nunca saíram do papel.

 

“A AMA já fez doação de placas de sinalização e drones. Essa mudança nos semáforos vai ajudar muito, mas, na verdade, precisava haver mais acessos. Uma saída de emergência para ser aberta em caso de necessidade”, afirma Menano.

 

Para o presidente da AMA, a ideia é a criação de um acesso adicional para garantir segurança, como a entrada de ambulâncias e caminhões do Corpo de Bombeiros, em casos de acidente na área.

 

Segundo o executivo, diversas empresas da região já fizeram doações desse tipo. Entre elas estão a Vopak, a Granel Química e a Stolthaven. No entanto, os investimentos públicos na região são muito menores do que o total repassado pelos terminais, o que impossibilita novos avanços. “As empresas continuam se modernizando e enobrecendo o espaço. Isso vale para os terminais de líquidos, Depots (Terminais de Contêineres Vazios), Redex (Recinto Especial para Despacho Aduaneiro de Exportação) e transportadoras. Mas são necessários investimentos no entorno”, destaca Menano.


Mais lidas


  Na última sexta-feira (08) o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP) recebeu, na sua sede, o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura (MInfra), Mario Povia.   Essa foi à primeira visita do secretário a entidade desde que assumiu a pasta, em maio deste ano, e […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais