SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Países no G-20 prometem mais esforços para reduzir desigualdades

Países no G-20 prometem mais esforços para reduzir desigualdades


Fonte: Valor Econômico (20 de julho de 2020 )

Os ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G-20 reconhecem que são necessárias outras medidas em resposta à crise da pandemia de covid-19 e reafirmam o compromisso de lutar contra desigualdades.

 

Para as autoridades financeiras das maiores economias do mundo, o Plano de Ação do G-20, aprovado em reunião de 15 de abril de 2020, estabelece os princípios-chave que norteiam a resposta do grupo e compromissos com ações específicas para impulsionar a cooperação econômica internacional “à medida que navegamos nesta crise e esperamos uma economia global robusta, sustentada e inclusiva”.

 

A avaliação no grupo é de que fizeram progressos substanciais na implementação do Plano de Ação. E que o plano aponta o caminho a seguir para apoiar a recuperação econômica global enquanto melhora a resiliência contra choques futuros, incluindo pandemias, desastres naturais e riscos ambientais.

 

O grupo reitera um acordo de que o Plano de Ação é um documento que permitirá aos países-membros “responderem prontamente à evolução da situação econômica e de saúde”.

 

“Reconhecendo que os membros estão em diferentes estágios de resposta à crise e que as perspectivas econômicas globais continuam a evoluir, são necessárias outras medidas”, diz o esboço do comunicado, conforme o Valor apurou.

 

Em particular, o grupo destaca que o terceiro pilar do Plano de Ação – retornou a um crescimento forte, sustentável, equilibrado e inclusivo quando as medidas de confinamento forem levantadas – fornece a base para cooperar no apoio à recuperação econômica global.

 

“Reafirmamos nosso compromisso de revisar, atualizar, acompanhar a implementação e informar regularmente o Plano de Ação do G-20”, sinalizam as autoridades financeiras.

 

Para elas, a pandemia da covid-19 reforçou a necessidade de melhorar o acesso a oportunidades para todos. “Continuaremos nossos esforços para reduzir as desigualdades, reafirmando nossos compromissos anteriores de promover crescimento inclusivo”, dizem no documento.

 

“Também continuaremos a abordar o impacto desproporcional da crise nos segmentos mais vulneráveis da sociedade. Nesse contexto, endossamos o menu do G-20 de opções de políticas para melhorar o acesso a oportunidades para todos como um conjunto valioso de opções de políticas que podem ser aproveitadas para apoiar a resposta imediata à pandemia da covid-19 e avançar para uma forte, sustentável e equilibrada e recuperação inclusiva”, acrescentam.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais