SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Porto do Açu assina acordo com a Fertipar Sudeste para movimentação de fertilizantes

Porto do Açu assina acordo com a Fertipar Sudeste para movimentação de fertilizantes


Fonte: Portos e Navios (17 de julho de 2020 )

 

A Porto do Açu Operações assinou o primeiro acordo para movimentação de fertilizantes no Terminal Multicargas (T-MULT). A operação está prevista para setembro, com a Fertipar Sudeste, do Grupo Fertipar, que importará aproximadamente 20 mil toneladas de cloreto de potássio (KCL) para o interior de Minas Gerais. O escoamento do navio que aportará no Açu será feito por carretas até as cidades de Varginha (MG) e Martins Soares (MG). O acordo, já em vigor, possibilitará o recebimento de mais navios de fertilizantes até março de 2021.

 

A operação marca a estreia do Porto do Açu no agronegócio por meio da ampliação do T-MULT. Foram montados dois galpões lonados, com área aproximada de 6 mil metros quadrados e capacidade para armazenar até 25 mil toneladas de insumos por vez. A prioridade é atender à demanda nacional de fertilizantes, mas também há possibilidade de estocar e movimentar outros tipos de produtos durante a entressafra, como granéis sólidos agrícolas e minerais.

 

As obras civis, finalizadas em junho, foram executadas em dois meses. “Teremos a capacidade de operar um navio de aproximadamente 25 mil toneladas por mês e estimamos 150 mil toneladas movimentadas para este primeiro ano de operação, fora as possibilidades de movimentação de outros produtos, ainda em fase de negociação”, projeta João Braz, diretor de Terminais e Logística da Porto do Açu Operações.

 

O Brasil é o quarto maior consumidor global de fertilizantes e importa cerca de 77% do que consome localmente. Com este serviço no portfólio, o Porto do Açu busca atender a demanda interna, principalmente o mercado de Minas Gerais, nas regiões leste, sul e centro do estado, onde há uma grande base de distribuidoras instaladas.

 

“A busca por opções de logística para o abastecimento de nossas unidades é algo importante para trazer competitividade à empresa. Enxergamos o Porto do Açu como uma alternativa de porta de entrada de fertilizantes para a região de atuação da Fertipar Sudeste. Estamos otimistas, pois pode criar mais uma boa opção de operação logística para nós”, diz Rodolfo Kieser, Superintendente da Fertipar.

 

Pelo Porto do Açu este projeto também é considerado o embrião para a fase de industrialização do empreendimento portuário no setor petroquímico, que será consolidada com a atração de indústrias para este fértil ambiente de negócios do Norte Fluminense.

 

A montagem destes galpões faz parte do plano de expansão do T-MULT, que inclui a ampliação do terminal com aumento do cais e do pátio para granéis, a construção de um pátio dedicado a cargas gerais e contêineres e outros novos galpões para armazenamento. Ainda em julho, o T-MULT também começará a fazer cabotagem na categoria “feeder short distance”, em uma parceria com a Companhia de Navegação Norsul, que transportará contêineres por comboio oceânico entre os portos do Rio e do Açu.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais