SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Exportação brasileira e algodão cresceu mais de 50% no 1º semestre

Exportação brasileira e algodão cresceu mais de 50% no 1º semestre


Fonte: Valor Econômico (10 de julho de 2020 )

As exportações brasileiras de algodão somaram 836 mil toneladas de janeiro a junho, incremento de 56,5% em relação ao primeiro semestre do ano passado, quando o país embarcou 534,2 mil toneladas. A receita com os embarques somou US$ 1,3 bilhão, acima dos US$ 908,5 milhões obtidos em igual intervalo do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pela Associação Nacional de Exportadores de Cereais (Anec).

 

A China foi o principal destino da pluma. Respondeu por 25% do volume exportado, ou 212,3 mil toneladas. Na sequência veio o Vietnã, que comprou 16% do total negociado ou 135,3 mil toneladas.

 

Na primeira semana de julho, o Brasil embarcou 5,9 mil toneladas da pluma, com receita de US$ 9 milhões.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais