SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Governo de Portugal faz acordo com acionistas e assume controle da TAP

Governo de Portugal faz acordo com acionistas e assume controle da TAP


Fonte: Estadão (3 de julho de 2020 )
Aviões da TAP no aeroporto de Lisboa. Foto: Manuel de Almeida/EFE – 9/4/2020

LISBOA – O governo português anunciou na quinta-feira, 2, que firmou acordo com acionistas privados da companhia aérea TAP passando a deter participação de controle sem reestatizar a empresa, que passa por dificuldades desde que a pandemia do novo coronavírus praticamente paralisou o setor.

O ministro das Finanças, João Leão, disse que o Estado aumentará sua participação na TAP de 50% para 72,5%.

 

“De forma a evitar o colapso da empresa, o Estado optou por chegar a acordo com os acionistas privados para comprar parte da participação deles e ficar com 72,5% da TAP, conseguindo o controle”, disse Leão a jornalistas.

A aquisição dos 22,5% da empresa custou 55 milhões de euros ao governo, afirmou o ministro. Segundo o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, “felizmente evitamos assim a nacionalização da TAP”.

 

Os resultados da TAP estavam ruins mesmo antes de covid-19. A última vez que a companhia teve lucro foi em 2017 (21,2 milhões de euros). Depois registrou prejuízos em 2018 (118 milhões de euros) e no ano passado (105,6 milhões).

 

Azul vendeu participação para o governo português

A Azul anunciou nesta sexta-feira, 3, que vendeu sua participação acionária na TAP ao governo português. A venda da participação indireta de 6% foi por cerca de R$ 65 milhões, com eliminação do direito de conversão dos bônus seniores detidos pela Azul de 90 milhões de euros com vencimento em 2026.

 

“Como muitas outras companhias aéreas em todo o mundo, a TAP foi severamente impactada pela crise da pandemia de Covid-19. Com a ajuda fornecida pelo governo português, seremos capazes de garantir a continuação da TAP, e também manter a integridade de nosso investimento”, afirma John Rodgerson, CEO da Azul, em fato relevante.

 

Os bônus têm valor de face mais juros acumulados de R$ 680 milhões. As demais condições contratuais dos bônus seniores serão mantidas, “incluindo o status de credor sênior, taxa de juros anual de 7,5% e o direito à constituição das garantias previstas nos respectivos termos e condições, como o programa de fidelidade da TAP”, diz a Azul em comunicado. / COLABOROU LUANA PAVANI


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais