SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Drone flagra ressaca que deixou praias de SP inacessíveis; vídeo

Drone flagra ressaca que deixou praias de SP inacessíveis; vídeo


Fonte: G1 (3 de julho de 2020 )
Drone mostra que praia ‘desapareceu’ com força da maré — Foto: Reprodução/Cavadrone

 

Imagens aéreas obtidas pelo G1 nesta sexta-feira (3) mostram o mar cobrindo quase toda a faixa de areia da praia de São Vicente, no litoral paulista, enquanto a região era atingida pelos ventos oriundos do ‘ciclone bomba’ que passou pela costa brasileira. Muitas praias das cidades da Baixada Santista ficaram inacessíveis com a forte ressaca que atinge a região. A água chegou a invadir ruas próximas às orlas.

 

A força da maré foi uma das consequências do ‘ciclone bomba’. O fenômeno meteorológico trouxe transtornos para as cidades litorâneas nos últimos dias, causando quedas de árvores, atingindo carros e afundando embarcações.

 

O impacto foi tanto que, devido à força das ondas, o Porto de Santos chegou a fechar nesta quarta-feira (2), das 9h25 às 18h, segundo informações da Santos Port Authority (SPA).

 

As imagens de drone registradas nesta quarta na região do bairro Itararé mostram que a praia “desapareceu” devido à força do mar, que avançou em toda a extensa faixa de areia de São Vicente. Apesar da maré agitada ao longo desta semana, não são esperados impactos significativos nas estruturas urbanas costeiras.

 

Mar avançou em quase toda a faixa de areia — Foto: Reprodução/Cavadrone

 

Segundo divulgado pelo Instituto Climatempo, a Baixada Santista ainda deve ter rajadas de vento moderadas a fortes devido ao deslocamento do ‘ciclone bomba’ pelo oceano.

 

As condições climáticas na região pioram por conta da passagem de uma frente fria, que promete derrubar as temperaturas. Nesta sexta-feira, os termômetros podem registrar 14ºC.

 

O G1 entrou em contato com a Defesa Civil da cidade, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais