SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Nova plataforma reúne dados do setor portuário privado brasileiro

Nova plataforma reúne dados do setor portuário privado brasileiro


Fonte: CNT (2 de julho de 2020 )

A ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) lançou, nesta quarta-feira (1º), o DATaPort, banco de dados que reúne números e estatísticas do setor portuário privado brasileiro em uma única plataforma online. O objetivo é oferecer mais facilidade na busca pelas principais informações sobre logística e investimentos nos portos nacionais. Clique aqui para acessar o DATaPort.

 

A ferramenta possui visualizações interativas e recursos de business intelligence com uma interface simples e funcional. Um dos grandes diferenciais é incluir também dados de investimentos e estruturas dos TUPs (Terminais de Uso Privado), como áreas, acesso e calado, em suas diversas instalações pelo país.

 

“Temos um grande volume de dados do setor que ficava disperso em várias fontes públicas diferentes. A ideia da ATP foi compilar todas as informações em um banco de dados com um mecanismo de busca ágil e que ofereça ao usuário um panorama do setor em diversos aspectos, como tipos de carga e regiões do país. O DATA PORT pode ser visto como um hub qualificado de informações sobre o nosso setor”, explica o diretor-presidente da entidade, Murillo Barbosa.

 

O DATaPort oferece pesquisas personalizadas, de acordo com a necessidade do usuário do banco de dados. A busca pode ser feita por tipo de instalação, região, Unidade da Federação, zona de praticagem e perfil de carga. Todas essas possibilidades podem ser aplicadas por meio de filtros na pesquisa, que gera gráficos e informações visuais aos interessados de forma pontual, rápida e dinâmica.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais