SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Obras de terminal de exportação de grãos da ADM estão atrasadas

Obras de terminal de exportação de grãos da ADM estão atrasadas


Fonte: Moneytimes (29 de junho de 2020 )
As obras no terminal de Reserve, na Luisiana, um dos três terminais que a ADM possui na região do Golfo do México (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

 

A Archer-Daniels-Midland, uma das principais tradings de commodities agrícolas, disse que um de seus principais terminais de exportação de grãos nos Estados Unidos só voltará a entrar em operação no próximo ano, devido ao atraso nas obras de reparo da unidade.

 

As obras no terminal de Reserve, na Luisiana, um dos três terminais que a ADM possui na região do Golfo do México, serão concluídas no início de 2021, informou a empresa em resposta a perguntas. Os reparos tiveram início após a colisão de uma embarcação de terceiros que danificou o terminal no ano passado.

 

Segundo a ADM, o maior volume de água “impactou o cronograma das obras em nosso terminal de exportação em Reserve”, disse a ADM. “Informamos clientes há vários meses que esperamos que os reparos sejam concluídos no início de 2021”. A empresa disse que está no prazo para que as operações do terminal sejam retomadas nesse período.

 

Com o atraso, o terminal da ADM em Reserve perderá alguns meses importantes para a temporada de carga agrícola americana. A maior parte da soja dos EUA é exportada de novembro a janeiro.

 

A Archer-Daniels-Midland, uma das principais tradings de commodities agrícolas, disse que um de seus principais terminais de exportação de grãos nos Estados Unidos só voltará a entrar em operação no próximo ano, devido ao atraso nas obras de reparo da unidade.

 

As obras no terminal de Reserve, na Luisiana, um dos três terminais que a ADM possui na região do Golfo do México, serão concluídas no início de 2021, informou a empresa em resposta a perguntas. Os reparos tiveram início após a colisão de uma embarcação de terceiros que danificou o terminal no ano passado.

 

Segundo a ADM, o maior volume de água “impactou o cronograma das obras em nosso terminal de exportação em Reserve”, disse a ADM. “Informamos clientes há vários meses que esperamos que os reparos sejam concluídos no início de 2021”. A empresa disse que está no prazo para que as operações do terminal sejam retomadas nesse período.

Com o atraso, o terminal da ADM em Reserve perderá alguns meses importantes para a temporada de carga agrícola americana. A maior parte da soja dos EUA é exportada de novembro a janeiro.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais