SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Após 15 anos, porto de São Sebastião volta a exportar açúcar

Após 15 anos, porto de São Sebastião volta a exportar açúcar


Fonte: Valor Econômico (23 de junho de 2020 )
Raízen embarcou 15 mil toneladas de açúcar com destino à Gâmbia — Foto: Secretaria de Logística e Transportes de São Paulo

 

O Porto de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, voltou a embarcar açúcar depois de 15 anos.

 

Segundo o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, a retomada ocorreu em maio com o envio de 15 mil toneladas de açúcar com destino à Gâmbia, na África.

 

“Firmamos uma parceria com a Raízen, que notou as condições atrativas para esse tipo de embarque no porto”, afirmou o secretário ao Valor.

 

Para o ano todo, a expectativa de operação no porto é de 250 mil toneladas de açúcar ensacado e 250 mil toneladas a granel.

 

O embarque de outras 75 mil toneladas de açúcar ensacado com destino para a África e o Mediterrâneo também será realizado por meio da parceria com a Raízen.

 

A movimentação geral de cargas no porto cresceu 3,6% durante a pandemia. No período de março a maio deste ano, 144 mil toneladas de cargas foram transportadas, em comparação com 139 mil toneladas no mesmo período de 2019.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais