SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   EMAP vai explorar áreas não afetas no Porto do Itaqui

EMAP vai explorar áreas não afetas no Porto do Itaqui


Fonte: Jornal Portuário (18 de junho de 2020 )

A Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP já pode explorar, indiretamente, áreas não afetas às operações portuárias do Porto do Itaqui (MA). A autorização foi concedida pelo Ministério da Infraestrutura através de portaria publicada na terça-feira (9).

 

Essas áreas estão limitadas aos termos de proposta encaminhada pela EMAP que consta no Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do porto público do Maranhão, cuja atualização foi aprovada pelo Minfra no início deste mês.

 

Áreas não afetas são, de acordo com a legislação (Portaria SEP/PR nº 409/2014), “aquelas destinadas a atividades diversas da movimentação de passageiros e da movimentação ou armazenagem de mercadorias destinados ou provenientes de transporte aquaviário, incluindo as de caráter cultural, social, recreativo, comercial e industrial”.

 

A área delimitada no PDZ do Itaqui é de 13.092,15 metros quadrados, destinada à industrialização de trigo. O EVTEA – Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental apresentado pela EMAP foi aprovado pela Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários e a partir de agora a empresa está autorizada a iniciar um processo licitatório para Cessão de Uso Onerosa, previsto para 2021.

 

“Esta é uma ação prevista no nosso novo PDZ, que mapeia todas as áreas que serão trabalhadas em curto, médio e longo prazos dentro do Porto do Itaqui e demonstra o respeito do Minfra pelo trabalho que vem sendo realizado por nossa equipe técnica”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago.

 

Cabe à EMAP, na qualidade de Autoridade Portuária, analisar a situação de cada área e qual atividade é mais indicada para elas. No PDZ do Porto do Itaqui, dentre outras informações, está a relação de suas áreas afetas e não afetas à operação portuária e as diretrizes sobre a sua utilização. Como se trata de um documento dinâmico, em constante atualização, a Autoridade Portuária pode solicitar alteração do seu PDZ junto à SNPTA caso surja uma nova oportunidade não mapeada.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais