SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Coronavírus: Camex zera imposto de importação

Coronavírus: Camex zera imposto de importação


Fonte: OMDN (27 de março de 2020 )
Crédito da imagem: Myriam Zilles/Pixabay

Mais 61 produtos farmacêuticos e médico-hospitalares tiveram o Imposto de Importação zerado pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia. A suspensão das alíquotas envolve itens utilizados no combate ao novo coronavírus (Covid-19). Os detalhes estão na Resolução nº 22, publicada nesta quinta-feira (26) no Diário Oficial da União. A medida já está em vigor e as tarifas não serão cobradas até 30 de setembro de 2020.

 

A nova lista foi elaborada pelos ministérios da Saúde e da Economia, em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ela abrange 51 códigos da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), em produtos que tinham tarifas de importação de até 35%. Entre os itens estão kits para testes de coronavírus, equipamentos e aparelhos médico-hospitalares, base para medicamentos, álcool etílico, gaze, esterilizadores, aparelhos de respiração artificial, termômetros, entre outros.

 

Direitos antidumping

Durante reunião virtual do Comitê-Executivo de Gestão da Camex (Gecex), também foi decidida a suspensão temporária, por razões de interesse público, dos direitos antidumping aplicados às importações de seringas descartáveis e de tubos de plástico para coleta de sangue. Para isso, o Ministério da Economia editou a Resolução nº 23, publicada também nesta quinta-feira, com base em uma proposta do Ministério da Saúde.

 

Segundo a medida, as seringas liberadas para importação são originárias da China. Já os tubos de plástico são importados da Alemanha, China, Estados Unidos e Reino Unido.

 

Os direitos antidumping são valores adicionais ao Imposto de Importação, que podem ser cobrados quando uma empresa exporta ao Brasil a preço inferior ao praticado no mercado de origem.

 

Lista ampliada

Com a decisão, a lista de produtos que tiveram os impostos temporariamente suspensos contabiliza agora 101 itens. A medida soma à Resolução nº 17, do dia 17 de março, que já zerava a alíquota de importação de 50 produtos, incluindo luvas, álcool em gel, máscaras e termômetros clínicos.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais