SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Coronavírus deve forçar cancelamento de escalas no Porto de Santos

Coronavírus deve forçar cancelamento de escalas no Porto de Santos


Fonte: A Tribuna (11 de março de 2020 )
Terminais de Santos ainda não sentiram redução nas importações, mas preveem problemas (Foto: Carlos Nogueira/AT)

O comércio global de contêineres registrou um movimento mais fraco do que o normal nos dois primeiros meses do ano. Entre os motivos, segundo o Centro Nacional da Navegação Transatlântica (Centronave), estão os impactos da paralisação de atividades por conta do coronavírus na China. Para este mês, é esperada uma escassez momentânea de caixas metálicas. No Porto de Santos, escalas de navios podem ser canceladas.

 

De acordo com a entidade que reúne 19 empresas de navegação de todo o mundo, o ano novo chinês tradicionalmente afeta o embarque e recebimento de cargas. Isto porque, durante duas semanas, as atividades são praticamente paralisadas no país.

 

Neste ano, isto aconteceu entre 25 de janeiro e 12 de fevereiro. No entanto, segundo a Organização Muncial de Saúde (OMS), o auge da epidemia do coronavírus foi declarado em 30 de janeiro, período em que as fábricas já estavam paralisadas.

 

“Devido à incerteza em relação à doença, medidas foram tomadas pelas autoridades asiáticas, o que acabou estendendo a pausa ou diminuindo a produção em alguns países. Tal diminuição do trabalho e produção resultou em um congestionamento de contêineres nos portos chineses de Xangai, Xingang, Tanjin e Ningbo”, destacou o Centronave.

 

No Porto de Santos, os terminais de contêineres ainda não sentiram grande redução nos volumes movimentados. Mas o problema tende a se agravar ainda neste mês.

 

É o que aponta o diretor Econômico-Financeiro e de Relação com Investidores do Tecon Santos, Daniel Pedreira Dorea. Segundo o executivo, o terminal, que fica na Margem Esquerda (Guarujá), ainda não sentiu impactos de paralisações em virtudes do coronavírus nos dois primeiros meses do ano.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais