SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Docas do Rio conhece modelos de plataforma na Europa

Docas do Rio conhece modelos de plataforma na Europa


Fonte: Companhia Docas do Rio de Janeiro (5 de março de 2020 )

 

A Companhia Docas do Rio de Janeiro está participando até amanhã (06) de uma série reuniões técnicas com especialistas em processos portuários do Reino Unido e uma visita ao porto de Hamburgo, na Alemanha.

 

A missão, que começou no dia 28 de janeiro, faz parte do projeto Sistemas de Comunidades Portuárias (Port Community Systems, no nome original em inglês) e tem por objetivo identificar as Plataformas de Comunidades Portuárias já implementadas naqueles países, bem como seus serviços e funcionalidades.

 

Os Port Community Systems constituem a plataforma que conecta múltiplos sistemas operados por uma variedade de organizações, possibilitando aumentar a competitividade e eficiência dos portos, reduzir o tempo das embarcações atracadas e diminuir as despesas para importadores e usuários dos terminais a partir de um sistema totalmente integrado.

 

Com o aval da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNPTA), os portos do Rio de Janeiro e de Itaguaí foram inseridos no projeto que é financiado pelo Prosperity Fund, fundo de investimento britânico para países em desenvolvimento.

 

Durante a visita, os representantes das Autoridades Portuárias contempladas no projeto, técnicos da Secretária de Comércio Exterior, da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários e da Receita Federal, que fazem parte da comitiva, estão discutindo sobre os modelos de governança e de negócios que dão sustentabilidade as Plataformas de Comunidade Portuária.

 

Para o diretor de Relações com o Mercado e Planejamento, Jean Paulo Castro e Silva, que integra a comitiva representando a CDRJ, a missão caracteriza a oportunidade de melhor entender, na prática, como os Port Community Systems contribuem para aumentar a eficiência dos processos portuários, trazendo ganhos econômicos para o comércio exterior, bem como antever os principais desafios envolvidos na implementação desse tipo de solução, para contribuir para o sucesso do projeto.”


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais