SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   CMA CGM anunciou a entrega de seu quarto navio de contêiner movido a GNL

CMA CGM anunciou a entrega de seu quarto navio de contêiner movido a GNL


Fonte: Mundo Marítimo (17 de dezembro de 2019 )

Os porta-contêineres, especializados em transporte de contêineres intra-europeus e uma subsidiária do CMA CGM Group, anunciaram a entrega de seu quarto navio de contêiner movido a gás natural liquefeito (GNL).

 

É o navio “Containerships Arctic”, com capacidade para 1.380 TEUs, que foi recebido em 10 de dezembro pela companhia de navegação na Europa, após sua partida do estaleiro Wenchong em Guangzhou, onde foi construído.

 

O navio do tipo Ice Class 1A tem 170 metros de comprimento, 29,6 metros de largura e 9,6 metros de profundidade.

 

A CMA CGM informou que o primeiro suprimento de GNL do navio será realizado no porto de Roterdã, onde será fornecido com 200 toneladas de GNL por meio de uma operação navio a navio.

 

Em seguida, o navio será progressivamente introduzido nos serviços de ligação do CMA CGM Báltico, antes de ingressar no serviço de curta distância ‘BALT-1’ no início de 2021.

 

Note-se que os porta-contentores, uma das principais transportadoras intra-europeias, foram os primeiros operadores europeus a utilizar o GNL como principal fonte de combustível, incluindo o transporte marítimo e terrestre.

 

Novos navios até 2022

Da CMA CGM, eles indicaram que reduziram suas emissões de CO2 por contêiner transportado em 50% entre 2005 e 2015 e estabeleceram um novo objetivo de redução de 30% adicionais até 2025.

 

Para isso, a companhia de navegação empreendeu uma série de ações, entre as quais assumiu um compromisso pioneiro com o uso de gás natural liquefeito (GNL) para embarcações de grande capacidade.

 

Nessa linha, eles destacaram que o GNL reduz as emissões de óxido de enxofre e partículas finas em 99%, as emissões de óxido de nitrogênio em 85% e as emissões de CO2 em 20%. Até o final de 2022, o grupo CMA CGM terá cerca de 20 navios movidos a GNL.

 

Da mesma forma, a CMA CGM reafirmou que decidiu que nenhum de seus navios usará as rotas do Mar do Norte para preservar os frágeis e únicos ecossistemas do Ártico. Dessa forma, o grupo se destacou por ser o primeiro do mundo a assumir esse compromisso, que foi bem recebido e seguido por muitos atores do setor marítimo.

 

Da mesma forma, promoveu a criação de um Fleet Center ao qual todos os navios do Grupo (506 no total) estão conectados 24 horas por dia, 7 dias por semana; Este sistema exclusivo no setor de transporte marítimo permite a otimização de rotas marítimas para combinar eficiência operacional, segurança e otimização do consumo de combustível, reduzindo assim as emissões de CO2.

 

Ele também lembrou que foi a primeira companhia marítima a testar com sucesso um biocombustível de última geração, feito a partir de óleos vegetais reciclados e resíduos da floresta, o que reduz as emissões de CO2 em 80% durante todo o ciclo de vida. O teste foi realizado em colaboração com a IKEA.

 

Finalmente, a empresa desenvolveu inúmeras ecotecnologias avançadas na frota do Grupo para melhorar seu desempenho e reduzir o consumo de energia: otimização da forma do arco para melhor eficiência hidrodinâmica, inovações em hélices e motores para reduzir Consumo de combustível e óleo.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais