SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Os 50 melhores lugares para trabalhar em 2020

Os 50 melhores lugares para trabalhar em 2020


Fonte: Época Negócios (11 de dezembro de 2019 )
Escritório do Nubank (Foto: Rogério Albuquerque)

 

O que você acha da empresa em que trabalha? Uma análise feita pelo site de recrutamento e carreira Glassdoor listou os 50 melhores lugares para trabalhar no Brasil, de acordo com as avaliações feitas na plataforma.

 

As dez primeiras colocadas foram SAP, ThoughtWorks, Google, Takeda Pharmaceuticals, Banco Votorantim, MetLife, Bain & Company, Eurofarma, McKinsey & Company e Nubank Brasil.

 

Para elegê-las, o site usou um algoritmo e levou em consideração empresas com pelo menos 1 mil funcionários e com no mínimo 30 avaliações, além da qualidade e da consistência das informações dadas pelos funcionários brasileiros sobre as empresas.

 

O período de avaliação ocorreu entre 23 de outubro de 2018 e 21 de outubro de 2019. Os vencedores foram listados por setor: Agricultura; Automotivo; Consultoria; Farmacêutico; Financeiro; Óleo, Gás, Energia e relacionados; Indústria; Mídia; Seguro; Transporte e logística; Varejo; e Viagem e Turismo. As notas variam de 1 (muito insatisfeito) a 5 (muito satisfeito).

 

Segundo Christian Sutherland-Wong, presidente e diretor de operações do Glassdoor, as empresas vencedoras são as que se preocupam em definir sua missão e seus valores.”Este novo ano vai marcar o início de uma década culture-first, em que a cultura do local de trabalho ganha cada vez mais relevância. Os vencedores do prêmio são empresas que colocam a cultura, a missão e as pessoas no centro de tudo o que fazem. E, por isso, seus funcionários as reconhecem como os Melhores Lugares para Trabalhar em 2020”, diz.

 

Outro fator que influenciou a nota das companhias foi a oportunidade de crescimento. “Os vencedores se destacam por promover a transparência, oferecer oportunidades de crescimento na carreira e valorizar o trabalho impulsionado por impacto e propósito”, afirma Sutherland-Wong. Confira as empresas vencedoras:

Dez primeiras colocadas:
  1. SAP – Nota: 4.6
  2. ThoughtWorks – Nota: 4.5
  3. Google – Nota: 4.5
  4. Takeda Pharmaceuticals – Nota: 4.5
  5. Banco Votorantim – Nota: 4.5
  6. MetLife – Nota: 4.5
  7. Bain & Company – Nota: 4.5
  8. Eurofarma – Nota: 4.5
  9. McKinsey & Company – Nota: 4.5
  10. Nubank Brasil – Nota: 4.4

 

Vencedoras por setor:

 

Tecnologia

  • SAP – Nota: 4.6
  • ThoughtWorks – Nota: 4.5
  • Google – Nota: 4.5
  • CI&T – Nota: 4.4
  • Amazon – Nota: 4.4
  • Dell Technologies – Nota: 4.4
  • Mercado Livre – Nota: 4.4
  • BRQ – Nota: 4.3
  • Microsoft – Nota: 4.3
  • Oracle – Nota: 4.3
  • Robert Bosch – Nota: 4.3
  • Avanade – Nota: 4.3
  • Senior Sistemas – Nota: 4.3

 

Indústria

  • Syngenta – Nota: 4.4
  • Siemens – Nota: 4.4
  • International Paper – Nota: 4.4
  • John Deere – Nota: 4.3
  • Basf – Nota: 4.3
  • Mars – Nota: 4.3
  • Braskem – Nota: 4.3
  • Henkel – Nota: 4.3
  • Suzano – Nota: 4.3
  • Klabin – Nota: 4.3
  • The Coca-Cola Company – Nota: 4.3

 

Financeiro

  • Banco Votorantim – Nota: 4.5
  • Nubank Brasil – Nota: 4.4
  • Edenred – Nota: 4.4
  • Creditas (Brazil) – Nota: 4.4
  • B3 – Nota: 4.4
  • BV Financeira – Nota: 4.3

 

Farmacêutico

  • Takeda Pharmaceuticals – Nota: 4.5
  • Eurofarma – Nota: 4.5
  • Roche – Nota: 4.4
  • Bayer – Nota: 4.3
  • Johnson & Johnson – Nota: 4.3

 

Seguro

  • MetLife – Nota: 4.5
  • Tokio Marine Holdings – Nota: 4.4
  • Icatu Seguros – Nota: 4.4

 

Automotivo

  • Volvo Group – Nota: 4.4
  • Scania – Nota: 4.4
  • Autoglass (Brazil) – Nota: 4.4
Consultoria
  • Bain & Company – Nota: 4.5
  • McKinsey & Company – Nota: 4.5

 

Óleo, Gás, Energia e relacionados

  • Petrobras – Nota: 4.3
  • Elektro Eletricidade e Serviços – Nota: 4.3

 

Mídia

  • Globosat – Nota: 4.4

 

Varejo

  • Magazine Luiza – Nota: 4.4

 

Transporte e logística

  • Loggi – Nota: 4.4

 

Agricultura

  • Cargill – Nota: 4.4

 

Viagem e turismo

  • Azul – Linhas Aéreas Brasileiras – Nota: 4.3

Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais