SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Hospedagem em cápsulas já é realidade em São Paulo

Hospedagem em cápsulas já é realidade em São Paulo


Fonte: Valor Econômico (9 de dezembro de 2019 )
Alexandre Frankel, fundador da Vitacon, diz que cabines se destinam a quem busca espaço para curta permanência — Foto: Claudio Belli/Valor

Principal incorporadora de referência no segmento de compactos, a Vitacon se inspirou nos hotéis-cápsulas do Japão e está oferecendo, há duas semanas, hospedagem de curta permanência em cabines de dois metros quadrados, nas proximidades da avenida Fatia Lima, no Itaim Bibi, na zona Sul de São Paulo. A proposta do projeto, denominado “On Pod”, é oferecer um espaço para demandas de uma hora a até alguns dias. Ainda neste ano, será inaugurada unidade de cápsulas na avenida Paulista, na região do Paraíso.

 

Segundo Alexandre Frankel, fundador da Vitacon, esse modelo de hospedagem se mostra como solução para situações específicas. É o caso de quem virou a noite na balada ou no trabalho, mora longe e quer descansar algumas horas. “Pessoas que vêm a São Paulo de última hora são outro exemplo, assim como quem trabalha em uma startup e vai participar de evento no Cubo Itaú, a uma quadra do Pod”, acrescenta o empresário.

 

Os preços de locação das cápsulas variam conforme o pacote escolhido e a opção por utilizar, continuamente ou de forma fracionada, o período contratado.

 

Uma pernoite de 12 horas custa R$ 150. “É um quinto da diária de um hotel da região”, compara Frankel. O custo por 12 horas passa a ser de R$ 300 caso a opção seja por um plano de 12 horas a ser utilizado, pouco a pouco, em dias diferentes, por exemplo, por alguém que queira descansar uma hora até que o congestionamento no trânsito da cidade fique menos intenso.

 

Os valores incluem vestiário com chuveiros. Conforme o pacote escolhido, toalhas são emprestadas ou alugadas. Não há café da manhã, mas alguns produtos estão disponíveis no sistema “grab and go”, ou seja, a pessoa compra e leva o item para consumir em outro lugar. Sem aquisição de pacote, a contratação da cápsula por uma hora tem custo de R$ 40.

 

As cápsulas não estão à venda, mas investidores podem participar do capital desses projetos da Vitacon por meio de sociedades de cotas de participação (SCPs) ou outros produtos financeiros.

 

A incorporadora avalia ter, futuramente, empreendimentos com mix de unidades residenciais para locação e alguns andares destinadas ao On Pod. “Temos feito prédios com 600 unidades, e existe sinergia entre os produtos”, conta Frankel, acrescentando que amigos e familiares dos moradores dos compactos desses projetos poderão se hospedar nas cápsulas.

 

No segmento de compactos, há predominância, entre os moradores dos empreendimentos da Vitacon, de pessoas da faixa etária de 25 a 40 anos, com destaque para mulheres. A presença de estudantes de 18 a 25 anos e de pessoas com mais de 60 anos vem crescendo, segundo o empresário. Em dez anos de atuação, a incorporadora reduziu a área média das unidade lançadas de 38 metros quadrados para 21 metros quadrados.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais