SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Ambev reativa operações comerciais no Porto de Imbituba

Ambev reativa operações comerciais no Porto de Imbituba


Fonte: Porto de Imbituba (5 de dezembro de 2019 )

O Porto de Imbituba, no litoral sul de Santa Catarina, passa agora a contar com uma nova operação que vai ampliar o fornecimento de insumos para produção cervejeira no estado. A Ambev, após 10 anos, volta a realizar operações comerciais no Porto, oferecendo mais uma opção de abastecimento de malte e cevada a suas unidades fabris. A retomada é estratégica e abre espaço para que a companhia amplie sua rede de transporte marítimo e de cabotagem, além de otimizar a logística e reduzir as emissões.

A primeira carga via Imbituba está sendo recebida esta semana pela Ambev. Ao menos 10 mil toneladas de malte argentino chegaram ao Brasil, transportadas pelo navio Allegra, que atracou na terça-feira (3). Os insumos vão para as fábricas da cervejaria em Santa Catarina, além de outros estados, e serão usados na produção de rótulos como, por exemplo, Brahma, Skol e Antarctica. Novas cargas de cevada devem chegar nas próximas semanas. A empresa prevê ainda o uso de navios de cabotagem para o transporte até Imbituba.

Na última semana, representantes da Ambev se reuniram em Florianópolis com gestores do Porto e da Secretaria de Estado da Agricultura para discutir a ampliação das operações comerciais da empresa no Porto de Imbituba. “Retomamos o abastecimento para ampliar nossas opções de transporte de insumos e dar agilidade ao fornecimento de matérias-primas básicas para nossa produção. Queremos desenvolver a estrutura portuária e de armazenagem, e o Porto de Imbituba é uma rota importante para importação de cevada e malte na Região Sul”, diz Edivan Panisson, diretor de Suprimentos da Cervejaria Ambev.

Participaram da reunião o Secretário Adjunto de Estado, Ricardo Miotto, e o diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Jamazi Alfredo Ziegler, acompanhado de gestores da empresa: Rui Roberti, gerente comercial; Juliano Blanco, gerente de saúde, segurança e meio ambiente e Aristeu Cavalca, assessor de diretoria. Para Rui Roberti, a atracação do navio Allegra marca o reinício das tratativas para a operação de malte e o crescimento da movimentação de cevada no Porto de Imbituba. “Em parceria com a comunidade portuária, estamos empenhados em diversificar o portfólio de cargas do Porto de Imbituba, aproveitar as potencialidades do Porto e as demandas do mercado”, ressalta o gerente comercial.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais