SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Relações entre Brasil e China podem ampliar comércio de frutas

Relações entre Brasil e China podem ampliar comércio de frutas


Fonte: Portos e Navios (29 de novembro de 2019 )
Arquivo/Divulgação

A Maersk avalia que as negociações comerciais entre Brasil e China aumentaram a expectativa de crescimento do setor de frutas, tanto na exportação quanto na importação. O gerente de produtos da Maersk para a costa leste da América do Sul, Matias Concha, explicou que o Nordeste deve ser a região mais beneficiada caso o país passe a exportar frutas como o melão, que é produzido em estados como Ceará e Rio Grande do Norte. A empresa também enxerga potencial para importação de pêras do país asiático.

 

Após reuniões entre os presidentes Jair Bolsonaro e Xi Jinping em Pequim, em outubro, e a cúpula dos BRICS em Brasília, no início de novembro em Brasília, a avaliação é que o governo se concentrou em aumentar o comércio com o país asiático. O Brasil assinou nove protocolos com o governo chinês, incluindo um de frutas, envolvendo importação de pêra para o Brasil e exportação de melão para a China.

 

A Maersk identifica que, há muito tempo, os produtores da região tentam aumentar as exportações para a China, porém é um comércio muito disputado, pois o país mais populoso do mundo geralmente compra frutas dos países vizinhos da região Ásia-Pacífico. “Damos boas-vindas a passos como este em direção a maiores acordos comerciais entre o Brasil e a China, incluindo o fortalecimento e a diversificação da cooperação”, disse o diretor comercial da Maersk para a costa leste da América do Sul, Gustavo Paschoa.

 

As importações da Ásia cresceram 16% no terceiro trimestre frente ao mesmo período de 2018 e 15% em relação ao segundo trimestre. No entanto, os bens de consumo do Oriente Médio e da África caíram 9% e 13%, respectivamente. Segundo relatório trimestral da Maersk, os volumes asiáticos são impulsionados por produtos e aparelhos eletrônicos da China, enquanto as importações europeias são principalmente fertilizantes e cerâmica para o Brasil.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais