SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Grupo estabelece critérios para comunicação de manchas de óleo na Baixada Santista

Grupo estabelece critérios para comunicação de manchas de óleo na Baixada Santista


Fonte: Prefeitura Municipal de Santos (8 de novembro de 2019 )
Foto: Divulgação

Em encontro realizado nesta quarta-feira (6) na Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima), na Capital, secretários de meio ambiente da Baixada Santista, representantes de órgãos federais e estaduais definiram estratégias de comunicação para eventuais sinais do aparecimento na região do óleo que contamina parte do litoral nordeste brasileiro.

 

As prioridades foram definidas pelo grupo para facilitar a comunicação pela população. Reuniões anteriores foram realizadas pelo grupo, que criaram um observatório costeiro para atuar no monitoramento e prevenção ambiental na Baixada Santista.

 

Às secretariais municipais caberá a responsabilidade de receber informações de munícipes ou pescadores, sobre a possível presença de óleo no mar e também na areia.

 

Os municípios deverão passar as informações ao secretário de Meio Ambiente de Santos, Marcos Libório, também coordenador da Câmara Temática de Meio Ambiente e Saneamento da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem). Ele será o canal de interlocução com órgãos como Ibama, Petrobras e secretaria estadual e centralizará as informações obtidas pelas prefeituras da Baixada Santista.

 

Já a Secretaria Estadual de Meio Ambiente ficará responsável por monitorar sinais em ilhas costeiras. A Cetesb treinará equipes das prefeituras para manuseio do produto e limpeza das áreas afetadas. A Fundação Florestal, ligada à secretaria estadual, monitorará locais em alto mar e já criou uma rede de informações junto a pescadores, para auxilio no monitoramento em locais distantes da costa. O Ministério do Meio Ambiente continua monitorando o vazamento do óleo no Nordeste.

 

“Unimos esforços entre todos os municípios para avaliar os riscos e estabelecer critérios de prevenção. Mesmo que remota a chance desta mancha atingir nossa região, precisamos estar preparados e alinhados em defesa do meio ambiente e da população da Baixada Santista”, explicou Libório.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais