SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   DP World Callao e a MTC do Peru assinarão um adendo para expandir a fase 2 do South Dock

DP World Callao e a MTC do Peru assinarão um adendo para expandir a fase 2 do South Dock


Fonte: Mundo Marítimo (25 de outubro de 2019 )

Em dezembro próximo, está previsto que o Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC) assine um adendo com a DP World, operadora do Píer Sul do porto de Callao, para aumentar sua capacidade de atracação e armazenamento, de acordo com La República.

 

Segundo estimativas do MTC, este trabalho que corresponde à fase 2 do South Dock será aumentado de 650 para 960 metros, o que permitirá receber mais volume de carga e, assim, reduzir os custos excessivos das companhias de navegação.

 

De acordo com os compromissos de investimento assumidos pela concessionária, as obras correspondentes à etapa 2 do Terminal de Contêineres Muelle Sur envolverão um investimento de US $ 260 milhões nos próximos 5 anos.

 

A esse respeito, o presidente da Autoridade Portuária Nacional (APN), Edgar Patiño, disse que até 2020 o arquivo técnico da obra será realizado e, paralelamente, o estudo do impacto ambiental para que em 2021 comece o trabalho.

 

“A extensão do seu cais será de 310 metros. Isso permitirá expandir a capacidade de carga de um milhão de 200 a dois milhões de TEUs em sua capacidade anual ”, afirmou o chefe da APN, detalhando que essa infraestrutura faz parte do Plano Nacional de Infraestrutura de competitividade.

 

Vale lembrar que em 2006 o Terminal de Contêineres da Zona Sul do Terminal Portuário de Callao foi concedido sob um compromisso de investimento de US $ 627.406.542, incluindo o IGV, dos quais, em março, 59,04% haviam sido executados.

 

De acordo com um relatório recente da Autoridade Portuária Nacional (APN), o investimento em infraestrutura portuária, em julho de 2019, atingiu US $ 5,4 milhões no South Pier.

 

Em relação à etapa 3 do Píer Norte, responsável pelos terminais da APM, Patiño revelou que eles estão na fase de avaliação conjunta dos trabalhos futuros. Essa modificação, explicou, inclui a construção de uma nova porta de ancoragem para contêineres, permitindo que ele tenha 400 metros adicionais. O investimento seria de US $ 364 milhões.

 

Além disso, as obras incluem a modernização das docas 1 e 2, a expansão dos silos de grãos e a aquisição de novos equipamentos.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais