SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Portonave movimenta mais do que contêineres 

Portonave movimenta mais do que contêineres 


Fonte: Portonave (21 de outubro de 2019 )
Porto de Navegantes completa 12 anos de operação se posicionando como motor de desenvolvimento econômico e social

A Portonave completa 12 anos de operação hoje, 21 de outubro e, cada vez mais, conduz seus negócios para movimentar mais do que contêineres. Posiciona-se como motor de desenvolvimento econômico e social, investindo em projetos e ações que contribuem com o crescimento do país e promovem inclusão social e cultural. Em 2018, quase R$ 3 milhões de reais foram destinados a projetos nas áreas da cultura, educação, saúde e esporte. A seleção das iniciativas apoiadas prioriza projetos locais e regionais, mas também beneficia projetos em nível nacional. “Acreditamos que a nossa missão vai além de impulsionar a economia. O desenvolvimento sustentável faz parte do nosso DNA”, comenta o diretor-superintendente Administrativo da Portonave, Osmari de Castilho Ribas.

 

Falando em Sustentabilidade, o Terminal Portuário de Navegantes é apoiador oficial do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável “Vida na Água” (ODS 14) da ONU. Os ODS são uma agenda global com metas até 2030 para promover sociedades mais prósperas e pacíficas, em relações sustentáveis com o meio ambiente. Para ajudar a cumprir a meta, a Portonave patrocina uma série de ações e projetos ligados à preservação dos mares e rios.

 

O Porto também investe em monitoramento e controle de todos os aspectos ambientais relacionados à sua atividade. Só em 2018, investiu R$ 1,8 milhão em gestão ambiental, incluindo monitoramento de água de lastro e acompanhamento de espécies presentes no estuário do Rio Itajaí-açu, monitoramento de lençol freático; segregação e destinação adequada de todos os seus resíduos sólidos e tratamento de 100% de seus efluentes.

 

Além do engajamento em ações de interesse coletivo, a operação do Terminal em si trouxe, e continua trazendo, crescimento significativo para o município de Navegantes, para a região e para o país – 45% do total arrecadado em Imposto Sobre Serviço (ISS) pela Prefeitura Municipal são gerados pela Portonave. A Companhia tornou-se também uma das principais empregadoras locais, gerando cerca de mil postos de trabalho diretos e outros três mil indiretos. Foi, ainda, um atrativo para que outras empresas se instalassem na região. Tudo isso representou crescimento econômico e oportunidades para a população. “Crescemos junto com Navegantes. O PIB da cidade passou de R$ 500 milhões em 2007 para quase R$ 4,5 bilhões em 2016, segundo dados do IBGE. A receita do município no período quintuplicou e é nítido o desenvolvimento de toda a cidade. Ficamos muito felizes em poder contribuir com isso”, acrescenta Castilho.

 

Mas não só Navegantes que ganhou. A Portonave foi o primeiro terminal portuário privado de contêineres do país e abriu portas para que outros surgissem, mostrando a importância do investimento privado no crescimento econômico nacional. Hoje, o Porto de Navegantes está entre os maiores movimentadores de contêineres do país e é o único a vencer uma premiação internacional respeitada, a Lloyd’s List Awards – como Operador Portuário do Ano, em 2013.

 

Junto a uma atuação responsável e comprometida com o desenvolvimento sustentável da região, a Portonave busca continuamente a prestação de serviços com excelência e a melhoria contínua de seus processos, sendo uma referência no segmento portuário. É líder na movimentação de contêineres em Santa Catarina desde 2009 e está entre os 20 maiores portos da América Latina, segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

 

LINHA DO TEMPO

  • Maio 2001 – contrato de adesão com o Ministério dos Transportes
  • Outubro 2005 – inicia a construção do Terminal
  • 21 de outubro de 2007 – terminal entra em operação com o recebimento do primeiro navio: o MSC Uruguay
  • Março 2008 – certificação ISPS CODE da Organização Marítima Internacional da ONU
  • Março 2009 – certificação ISO 9001
  • Março 2009 – Câmara Frigorífica (Iceport) entra em operação
  • Junho 2010 – certificação ISO 14001
  • Outubro 2013 – título Operador Portuário do Ano, concedido pelo Lloyd’s List Global Awards
  • Outubro 2014 – recorde sul-americano de produtividade por navio: 270,4 movimentos por hora
  • Julho 2015 – ampliação do Terminal, dobrando a capacidade estática do pátio para 30 mil TEUs
  • Abril 2016 – certificação de Operador Econômico Autorizado – OEA (1º porto do Brasil a obter)
  • Outubro 2018 – certificação OHSAS 18001 (Saúde e Segurança do Trabalho)
  • Novembro 2018 – o contêiner de número 7 milhões embarca rumo a Xangai, na China.

 

*TEU: unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés

 

A PORTONAVE EM NÚMEROS

  • 7,5 milhões de TEUs movimentados
  • Mais de 6,4 mil navios atracados
  • 45% de market share em Santa Catarina (Fonte: Datamar, Jan-Ago, importação +exportação)
  • 996 profissionais diretos

Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais