SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Construção de túnel entre Santos e Guarujá é impossível no atual governo, diz vice de Doria

Construção de túnel entre Santos e Guarujá é impossível no atual governo, diz vice de Doria


Fonte: Folha S. Paulo (21 de outubro de 2019 )

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, afirmou nesta sexta-feira (18) que um projeto de um túnel de ligação entre as cidades de Santos e Guarujá, projeto preferido pelo governo federal, não é viável para realização na atual gestão Doria. Ele defende a construção de uma ponte no local.

 

“Temos negociado com a concessionária Ecorodovias a ponte do porto de Santos. São Paulo tem condições de fazer a ponte, através de um aditivo contratual com concessionária. A ponte é efetivamente dentro do porto, e precisaria da autorização da autoridade portuária, do governo federal”, afirmou a jornalistas durante premiação do ranking de competitividade dos estados.

 

Segundo Garcia, o projeto atual da ponte atende às necessidades da Codesp. “O porto criticava o projeto porque ele poderia inibir o avanço do porto pós-ponte, os grandes navios não chegariam. Eu garanto que todos os navios hoje em atividade no mundo podem passar a ponte projetada pelo governo de São Paulo”, disse.

 

A proposta do túnel, de acordo com Garcia, não seria implementada pela Ecorodovias e, por isso, poderia ter dificuldades de viabilidade econômica.

 

“A autoridade portuária sugeriu a construção de um túnel que não está no escopo da Ecorodovias e, portanto, no nosso governo é impossível discutir, estamos focados na ponte. Deixamos claro para a sociedade que este projeto o governo tem condições de iniciar imediatamente. Nós já estamos em licenciamento ambiental.”

 

A construção da ponte, que levaria 24 meses, pode ser iniciada mesmo antes do processo de eventual privatização do porto, diz Rodrigo Garcia.

 

“Mesmo com o porto estatal, ao nosso ver, é possível iniciar a construção. Essa é a opinião do governador Doria e para isso estamos negociando com o governo federal. Para o governo de São Paulo, o projeto da ponte é o melhor e é viável, uma realidade. Qualquer outro projeto vai demandar estudos de impacto econômico e ficaria para outros governos.”

 

Garcia afirmou ainda que a prioridade do governo Doria na área da infraestrutura é o trem intercidades, que ligaria São Paulo e Campinas.

 

“Dependemos de uma certidão de nascimento que é a prorrogação da malha ferroviária da Rumo e da MRS Logística, que são concessionárias federais, para que São Paulo tenha o direito de passagem e de uso desses trilhos”, disse.

 

“Estamos com o modelo pronto para o trem intercidades, que ligará São Paulo a Campinas. Esperamos que até o final do ano esse contrato esteja renovado e que São Paulo possa seguir com o trem.”

 

O vice-governador de São Paulo afirmou também que, nos próximos dias, os governos estadual e federal deverão assinar um memorando de entendimento para garantir que a Ceagesp mude de local.

 

“O Estado é acionista minoritário na Ceagesp, que é controlada pelo governo federal. Tanto a prefeitura e o governo estadual querem que o entreposto seja transferido da cidade. Queremos uma requalificação urbana na região da Vila Leopoldina”, disse.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais