SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Porto de Paranaguá simula atendimento a vazamento de óleo

Porto de Paranaguá simula atendimento a vazamento de óleo


Fonte: Agência de Notícias do Paraná (16 de outubro de 2019 )
Foto: AEN

A empresa pública Portos do Paraná, através de sua Diretoria de Meio Ambiente, promoveu nesta terça-feira (15) um simulado de atendimento a vazamento de óleo. A ação envolveu diversos departamentos do porto, autoridades e agentes ambientais. O objetivo foi aprimorar ainda mais o serviço, para que a contenção do óleo em caso de atendimento a uma situação real aconteça de forma coordenada, rápida e eficiente.

 

Para o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia da Silva, a avaliação da ação foi extremamente positiva. “Tivemos participação de diversas diretorias, repartições e áreas de atuação em diferentes frentes de ação junto ao porto. Um problema ambiental envolve todo porto”.

 

O diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Ribeiro Santana, explicou que a ação faz com que as pessoas comecem a se apropriar da ideia de que um exercício simulado é muito importante. “Serve para que todos tomem propriedade pra si da responsabilidade da sua área de atuação, promovendo o atendimento de forma mais rápida e mais eficiente possível, para minimizar o máximo o impacto ambiental em decorrência de um eventual caso real que possa acontecer”.

Foto: AEN

Para Santana, mesmo tendo atendido a ocorrência de forma rápida, foi possível identificar pequenos ajustes que podem ser feitos para que essa resposta seja ainda mais rápida.

 

De acordo com André Wolinski, coordenador de operações da Albriggs, empresa contratada para defesa ambiental, os simulados são previstos no plano de emergência individual do porto, e servem para atestar a sua eficiência. “É um privilégio participar de um simulado com tantos profissionais e departamentos envolvidos, eu só tinha visto isso em empresas petrolíferas, em porto é a primeira vez”, afirmou Wolinski.

 

A OPERAÇÃO – Bambolês com isopores foram lançados ao mar, com objetivo de simular uma mancha de óleo. Com situação adversa, de maré baixa, chuva e vento sul de cerca de 20km/h, os bambolês se deslocaram mais rápido que o óleo se deslocaria, o que deixou o cenário da simulação mais crítico. “Foi preciso agir rápido para evitar o contato de óleo na costa, que não aconteceu.”, salientou Wolinski.

 

OS EQUIPAMENTOS – Foram utilizadas quatro embarcações, equipamentos de recolhimento, barreiras de contenção e barreiras absorventes. Também foi montada sala de gerenciamento de crise, com suporte de diversos equipamentos necessários, como mapas náuticos, computadores, rádios comunicadores, entre outros.

Foto: AEN

Participaram da ação a Presidência, Diretoria de Meio Ambiente, Diretoria de Operações, Asscom, Guarda Portuária, Funespar com quem o porto mantém convênio para o atendimento à ocorrência de fauna oleada e pessoal de ação de atendimento à prontidão ambiental da Allbrigs. Além disso, é realizado simulação de informação da ocorrência com órgãos externos, tais como Ibama e IAP.

 

REGISTRO – Tudo que acontece durante o simulado, assim como orientações repassadas, saídas de embarcações e ações externas são registras pontualmente por um profissional na Sala de Crise. O simulado desta terça-feira teve início 8h50 e a remoção total da mancha de óleo se deu exatamente 11h29. São feitos dois simulados por ano, o treinamento é mensal.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais