SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Investimento de 661 milhões no Porto de Sines criará 900 empregos até 2039

Investimento de 661 milhões no Porto de Sines criará 900 empregos até 2039


Fonte: Portos de Portugal (14 de outubro de 2019 )

O Governo estimou a criação até 2039 de 900 postos de trabalho no terminal XXI do Porto de Sines, na sequência de um investimento 660,9 milhões de euros do concessionário daquela infraestrutura portuária.

 

Este investimento está previsto num aditamento ao contrato de concessão assinado esta tarde no Ministério do Mar, em Lisboa, entre a administração do Porto de Sines e a empresa concessionária PSA Sines.

 

A renovação desta concessão será por mais 20 anos, passando dos 30 inicialmente previstos para 50, e prevê um investimento global de 660,9 milhões de euros, que contempla a expansão do cais de acostagem, mas também a manutenção, substituição e renovação de equipamentos já instalados nas fases anteriores.

 

Deste investimento, a PSA Sines pretende aplicar 134,4 milhões de euros em infraestruturas, concretizadas entre fevereiro de 2021 e o final de 2023.

 

Está previsto, igualmente, um investimento de 9,3 milhões de euros para a expansão da ferrovia, já existente, e 154,2 milhões para novos equipamentos a adquirir até 2027, num total de 297,9 milhões.

 

A frente de cais do terminal, atualmente com 1.040 metros, passará a ter 1.950 e possibilitará a atracação simultânea de quatro navios porta-contentores de última geração.

 

Com esta intervenção, o Governo estima aumentar a capacidade dos atuais 2,3 milhões TEU (medida padrão para calcular o volume dos contentores) para 4,1 milhões.

No final da cerimônia, em declarações aos jornalistas, a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, destacou o facto de este investimento no terminal XXI resultar também na criação de mais emprego direto e indireto na região, estimando, em termos diretos, mais 900 postos de trabalho.

 

“O porto de Sines já é o maior empregador da região e com este investimento vamos duplicar o emprego direto”, assegurou a governante.

 

Atualmente, o Terminal XXI emprega mais de mil pessoas e, com estas alterações, o Governo estima que o impacto no Produto Interno Bruto (PIB) seja de 118 milhões de euros, promovendo, em termos de efeitos diretos, indiretos e induzidos, a criação de cerca de 4.600 postos de trabalho.

 

Por seu turno, o diretor executivo regional da PSA para a Europa, David Yang, lembrou que quando o grupo assumiu a gestão do Porto de Sines, em 1999, “a cidade era pequena e tinha poucas infraestruturas”. “Em 20 anos tudo mudou. Da nossa parte não haverá retrocessos e iremos continuar a investir”, sublinhou.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais