SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Drone deve integrar plataformas para ampliar e melhorar uso na agricultura

Drone deve integrar plataformas para ampliar e melhorar uso na agricultura


Fonte: Grupo Cultivar (11 de outubro de 2019 )
Uso de drone na agricultura enfrenta desafios para continuar gerando benefícios ao produtor rural. – Foto: Lúcio Jorge

Conectar tecnologias e saberes. Esse é o desafio dos veículos aéreos não tripulados, conhecidos como vants ou drones, num momento em que já não basta mais apenas captar as imagens das lavouras e processá-las. “É preciso integrar diversos dispositivos computacionais com as competências técnicas da agronomia e com o conhecimento do homem do campo. Assim, o produtor rural poderá fazer do drone uma ferramenta estratégica na tomada de decisões”.

 

A proposta é do pesquisador da Embrapa Instrumentação (São Carlos, SP), Lúcio André de Castro Jorge, frente às transformações da era digital, que permite a incorporação de tecnologias para otimizar o tempo de trabalho. “O drone já gera imagem, mas agora é necessário unir diversas plataformas avançadas de softwares com os saberes popular e acadêmico para obtenção de resultados mais satisfatórios”, diz.

 

De acordo com o pesquisador, as ferramentas para automatizar os processos, como a internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), computação na nuvem, big data, inteligência artificial, entres outras deverão se integrar aos drones para ampliar a eficiência e gerar informações úteis ao produtor.

 

O drone é utilizado para captação de imagens aéreas multiespectrais e hiperespectrais, de alta resolução, com sensores infravermelho, capazes de identificar a variabilidade na lavoura para obtenção de retorno econômico e ambiental. Esses recursos permitem detectar pragas e doenças na lavoura, falhas nas plantações, déficit hídrico, entre outras informações estratégicas para o produtor rural.

 

O uso do drone na agricultura, o rompimento de paradigmas que trouxeram benefícios para o homem do campo, as tendências da agricultura 4.0, os avanços e desafios, além da influência do clima na operação de estações meteorológicas serão abordados pelo pesquisador nesta quinta-feira (10), no 2º TOTVS AGRO DAY, em São Paulo.

 

Lúcio Jorge vai discutir, na matriz da TOTVS, localizada no bairro Santana, o uso de aeronaves remotamente pilotadas e o emprego das microestações meteorológicas na agricultura. O agronegócio é um dos 12 segmentos tratados no AGRO DAY.

 

A TOTVS é uma empresa brasileira de software, com 12 mil funcionários, investiu mais de bilhão e meio em pesquisas nos últimos cinco anos para atender as exigências de 12 setores da economia.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais