SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Ministra declara importância da OMC para comércio internacional justo

Ministra declara importância da OMC para comércio internacional justo


Fonte: Grupo Cultivar (8 de outubro de 2019 )
Ministra participa do World Cotton Day, na sede da OMC, em Genebra – Divulgação/Mapa

Em evento na Organização Mundial do Comércio (OMC), em Genebra, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) destacou nesta segunda-feira (7) que a entidade “segue como o mais importante fórum para que se alcancem soluções equitativas e para que se construa uma economia global saudável no século XXI”.

 

Como exemplo, Tereza Cristina citou os resultados da 10ª Conferência Ministerial, realizada em 2015 em Nairóbi, quando os países-membros concordaram em eliminar os subsídios à exportação de produtos agrícolas. “A decisão foi um marco para o comércio internacional e reafirmou o papel central da OMC na governança do comércio internacional”, disse.

 

No entanto, ministra defende que é preciso buscar novos resultados. “A reforma da OMC reveste-se de grande prioridade. As disciplinas da organização devem ser fortalecidas, de forma a contemplar questões essenciais para a busca de um mercado aberto, justo e transparente”.

 

Além do evento, a ministra reuniu-se com o diretor-geral da organização, Roberto Azevêdo. Ela também participou de encontros com representantes dos Estados Unidos, embaixador Dennis Shea, e do setor de algodão do Brasil.

 

Dia Mundial do Algodão
Pela manhã, Tereza Cristina participou da sessão plenária do World Cotton Day (Dia Mundial do Algodão), na sede da OMC, e destacou a importância da cultura do algodão para a economia e o desenvolvimento social no Brasil.

 

“O PIB da cadeia produtiva do algodão do Brasil é de cerca de US$ 74,11 bilhões, considerando as vendas de produtos de confecção. A cadeia gera emprego e renda para 1,2 milhão de trabalhadores”, disse.

 

A ministra ressaltou que o “bom funcionamento do comércio internacional, sem distorções, é fundamental para o desenvolvimento de setores produtivos agrícolas, como o do algodão. Por essa razão, o Brasil tem sido um membro ativo na OMC, sempre buscando fortalecer o papel conciliador da organização, pautado por isenção e equidade”.

 

Ela reafirmou o comprometimento do setor produtivo brasileiro com a sustentabilidade ambiental, lembrando que o Brasil é líder mundial na certificação socioambiental de algodão, com mais de 80% da produção certificada.

 

A ministra lembrou que, em 20 anos, a produção nacional de algodão cresceu 226% e, na safra 2017/18, o Brasil colheu 2,2 milhões de toneladas de pluma, 11% da produção mundial.

 

O país é o terceiro maior exportador de algodão, com participação de 10% das exportações mundiais, totalizadas no último ano em US$ 15 bilhões. “Confirmadas as projeções de crescimento de 20,5% na próxima década, o Brasil deverá expandir sua fatia para 15% do mercado exportador”, disse a ministra.

 

O World Cotton Day é resultado de um pedido do Cotton-4 (Benim, Burkina Faso, Chade e Mali), conjunto de países africanos produtores de algodão, às Nações Unidas para o estabelecimento do Dia Mundial do Algodão. O objetivo é marcar uma reflexão sobre a importância do algodão como mercadoria global. A ministra foi recebida pelo embaixador do Brasil na OMC, Alexandre Parola.

 

Neste fim de semana, a ministra também participou da Anuga, a maior feira mundial de alimentos e bebidas, em Colônia, na Alemanha, que contou com a participação de mais de 100 empresas brasileiras. Ela também se reuniu com a ministra Federal da Alimentação e Agricultura da Alemanha, Julia Klöeckner, para falar sobre a relação comercial entre Brasil e Alemanha e cooperação em bioeconomia.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais