SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Foco nacional no robô subaquático

Foco nacional no robô subaquático


Fonte: Porto de Roterdã (25 de setembro de 2019 )

A Autoridade do Porto de Roterdã e o Porto do Mar do Norte realizaram testes neste verão usando um robô subaquático que pode inspecionar cais. O Porto do Mar do Norte conduziu os testes em parceria com a Asset Insight – uma empresa da VolkerWessels. A empresa indiana Planys Technologies realizou as inspeções. Esta start-up participou do programa de aceleração PortXL da última temporada em Roterdã, e esses testes foram abordados em vários meios de comunicação.

 

Robô subaquático de alta tecnologia

Atualmente, as inspeções no cais ainda são realizadas por mergulhadores. O transporte marítimo na área precisa ser interrompido por razões de segurança. Isso não é mais necessário com o inovador robô subaquático de alta tecnologia da Planys Technologies. O robô, equipado com equipamentos de laser e sonar, além de uma câmera de alta resolução, também pode coletar informações mais rapidamente, independentemente das condições climáticas. As inspeções neste robô são mais rápidas, causam menos interrupções e produzem dados objetivos. Por exemplo, um dos testes mostrou que a água atual e escura pode influenciar os dados. A Planys Technology pretende usar essas informações para melhorar o produto. Eles também estão desenvolvendo um sistema para permitir que os dados medidos sejam consultados de maneira clara – uma combinação única no mercado. A próxima exploração está sendo investigada atualmente, juntamente com o porto de Roterdã.

 

 

Para Roterdã

Juntamente com a Autoridade do Porto de Roterdã, o Porto do Mar do Norte e o Município de Roterdã, a Planys Technologies concluiu quatro pilotos durante o programa de start-ups e ampliações do PortXL de 2019. A participação nesse programa abriu portas para eles, permitindo que eles fizessem contatos com empresas marítimas e resultassem em planos para projetos adicionais; oportunidades que a Planys Technologies pretende aproveitar ao máximo. A empresa está analisando as opções de mudança para Roterdã.

 

Sobre o PortXL

O PortXL é o primeiro acelerador de portos marítimos do mundo e é único em seu tipo, com uma rede global de empresas e especialistas líderes. O PortXL visa acelerar tecnologias inovadoras para os setores marítimo, logístico, energético e químico nas regiões portuárias de todo o mundo. Ao fazer isso, o PortXL está ativando o maior ecossistema possível para estimular o empreendedorismo para todas as partes envolvidas.

 

O ecossistema PortXL inclui start-ups e ampliações, investidores e parceiros e empresas líderes de mercado, como Van Oord, Autoridade do Porto de Roterdã, EY, Royal IHC, Mammoet, Vopak, Boskalis, Shell, Rabobank, Município de Roterdã, Roterdã Aeroporto de Haia, InnovationQuarter e ECE.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais