SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Maersk e Koole Terminals produzirão combustível marítimo de enxofre a 0,5% em Roterdã

Maersk e Koole Terminals produzirão combustível marítimo de enxofre a 0,5% em Roterdã


Fonte: Maersk (5 de setembro de 2019 )
Foto: Maersk

Copenhague, Dinamarca / Roterdã, Países Baixos – A Maersk Oil Trading e a Koole Terminals anunciaram hoje a assinatura de um acordo para a produção de combustível bunker em conformidade com a IMO 2020.

 

A produção ocorrerá na unidade de Destilação Industrial Petroquímica (PID), localizada no local de Koole em Botlek, no coração do porto de Roterdã. O acordo de destilação de pedágio permite à Maersk produzir combustível para bunkers VLSFO e permitirá à Maersk expandir ainda mais seus volumes de suprimento de bunkers na Europa.

 

A produção anual deverá cobrir 5 a 10% da demanda anual de combustível da Maersk.

 

“O processo de fabricação de combustível permite à Maersk produzir combustíveis compatíveis com baixo teor de enxofre, em conformidade com a implementação do limite de enxofre da IMO 2020, reduzindo a necessidade de contar com 0,1% de óleo e combustível com base em preços fora das zonas da CEA. Nossas atividades com a Koole serão um importante impulsionador para garantir serviços estáveis ??e confiáveis ??para os clientes da Maersk durante um período potencialmente volátil para remessas globais ”, disse Niels Henrik Lindegaard, chefe da Maersk Oil Trading na AP Moller – Maersk.

 

“Os terminais da Koole continuam a explorar oportunidades para contribuir para uma sociedade sustentável. Uma das iniciativas é utilizar nossa unidade PID para produzir combustíveis de transporte ecológicos. Estamos orgulhosos de fazer parceria com a Maersk e produzir um combustível de baixo teor de enxofre para apoiar a redução de emissões de enxofre, a fim de reduzir a poluição do ar ”, disse John Kraakman, CEO da Koole Terminals.

 

O limite de combustível de enxofre a 0,5% da IMO 2020 será implementado globalmente a partir de 1 de janeiro de 2020. Os combustíveis de bancas nas zonas da ECA (Área de Controle de Emissões) permanecerão no limite atual de 0,1% de enxofre. A unidade PID da Koole também permitirá à Maersk a possibilidade de produzir esse combustível ECA a 0,1% de enxofre.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais