SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Rumo divulga performance da operação ferroviária na logística do agro

Rumo divulga performance da operação ferroviária na logística do agro


Fonte: Grupo Cultivar (19 de agosto de 2019 )

A alta performance da ferrovia que conecta a cadeia produtiva do Centro-Oeste ao Porto de Santos (SP) trouxe resultados expressivos no segundo trimestre da Operação Norte da Rumo. Foram cerca de 60 mil vagões de grãos descarregados no principal porto da América Latina para atender o mercado de exportação, movimentação que pelas rodovias equivaleria a mais de 125 mil viagens de caminhões.

 

Estratégica no atendimento ao agronegócio brasileiro, a ferrovia foi o principal caminho utilizado para o transporte do milho, destaque dos resultados operacionais da Rumo no segundo trimestre. Impulsionada pela safra recorde nacional e a expectativa de quebra da safra americana, a operação movimentou 1,5 milhões de toneladas do cereal entre os Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

 

“Os resultados comprovam a eficiência da ferrovia para o produtor brasileiro. Retomamos a importância do modal para a economia do país por meio da capacidade de transportar grandes volumes em trajetos de longa distância aliada a segurança da operação”, explica Darlan Fábio De David, vice-presidente da Operação Norte da Rumo.

 

Recordes de junho

A movimentação mensal entre Rondonópolis (MT) e o cais santista foi a melhor da história. Foram 2,9 milhões de toneladas transportadas, superando as 2,7 milhões toneladas de agosto de 2018.  Mais eficiente, o consumo de diesel das locomotivas teve redução de 2,3%.  Já o transit time (tempo de viagem) dos trens melhorou em 4,3%, que significa cerca 85 horas no corredor de exportação.

 

Outros recordes expressivos, do mês, foram os desempenhos nas operações de carga e descarga em um único dia. No terminal de Rondonópolis (MT), foram carregados 883 vagões no dia 19 de junho, superando a marca de 767 vagões obtida em 24 de abril do ano passado. Já na descarga, o recorde foi de 1.192 vagões no Porto de Santos, ultrapassando os 1.106 vagões descarregados em 12 de agosto de 2018.

 

Neste segundo trimestre, a empresa aumentou em 8 pontos percentuais o market share, representando 52% do volume de cargas do Porto de Santos e consolidando o crescimento da Companhia.

 

“É uma operação robusta, planejada e com potencial para atender os mais diversos segmentos do agronegócio e da indústria brasileira”, conclui Darlan.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais