SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   DP World Callao, destaca-se com um aumento na movimentação de contêineres de 8,1% em junho

DP World Callao, destaca-se com um aumento na movimentação de contêineres de 8,1% em junho


Fonte: Mundo Marítimo (13 de agosto de 2019 )

De acordo com a Autoridade Portuária Nacional (APN) do Peru em junho de 2019, os terminais portuários de uso público mobilizaram 4.269.910 toneladas métricas durante o mês de junho de 2019, observando um aumento de 0,2%, em relação ao mesmo mês do ano de 2018, quando o número chegou a 4.259.996 toneladas.

 

Em relação ao tipo de carga, do total de toneladas transferidas registradas nos portos de uso público em junho de 2019, a participação foi liderada pelos contêineres (51,2%), seguida pelos granéis sólidos (35,6%) , carga fracionária (7,4%), granel líquido (5,1%) e carga rolante (0,7%).

 

No caso da TISUR, sua movimentação de granéis líquidos diminuiu 58,6% e sua movimentação de carga fracionada aumentou 55,7%.

 

Mobilização de contêineres

Durante junho, a mobilização de contêineres no Peru foi reduzida em 0,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Nos terminais portuários de Callao e Paita, foram mobilizados 190.034 e 19.913 TEUs, respectivamente.

 

Entre os portos, a maior participação foi registrada no Terminal Sul – DP World Callao (56,3%), seguido pelo Terminal Norte – APM Terminals Callao (32,7%) e TP Paita – Terminais Portuários Euroandinos (9,3%). ).

 

A DP World Callao aumentou sua mobilização de contêineres em 8,1% (de 111.264 para 120.272 TEUs). Por seu turno, os Terminais Portuários Euroandinos (TPE) diminuíram o seu movimento em 16,8% (de 23.923 para 19.913 TEUs), seguindo-se o APM Terminals Callao que diminuiu a sua movimentação em 8.1% (de 75.948 para 69.762 TEUs).

 

Uso de guindastes de pórtico

Do total de contêineres mobilizados que utilizavam guindastes de pórtico nos respectivos terminais, a TP Callao teve uma participação de 69,5%; enquanto a TP Paita, 99,1%, mostra uma participação maior no uso dessa infraestrutura, permitindo que as operações de carga e descarga sejam rápidas e eficientes.

 

A DP World Callao mobilizou 63,3% dos contêineres usando pórticos no Píer Sul, enquanto a APM Terminals Callao mobilizou 6,2% por meio dessas equipes.

 

Em relação à produtividade dos pórticos rolantes, no APM Terminals Callao manteve-se uma tendência crescente nos últimos meses, evidenciando em junho de 2019, um aumento de 30 para 31 contêineres / hora. Enquanto na DP World houve uma tendência decrescente, evidenciando no último mês 30 contêineres / hora.

 

Situação semelhante ocorreu no TPE em Paita, onde também houve uma tendência decrescente, evidenciando no último mês uma queda de 35 para 33 contêineres / hora.

 

Outros tipos de carga

Durante junho de 2019, houve um aumento de 31,9% na carga fracionária em relação ao mesmo mês do ano anterior. A maior variação positiva foi estabelecida na TP Paita – TPE, que aumentou sua movimentação em mais de 100% (de 1.539 para 19.032 MT), depois na TP Matarani – TISUR, que aumentou sua movimentação em 55,7% (de 31.158 para 48.510 TM) e posteriormente no APM Terminals Callao, que aumentou sua movimentação em 37,9% (de 14.121 para 194.550 MT).

 

Quanto aos granéis sólidos, a transferência de carga caiu 0,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. A variação positiva foi refletida na TP Matarani – TISUR, que aumentou sua movimentação em 1,5% (de 490.013 para 497.201 MT).

 

Embora tenha havido uma variação negativa no APM Terminals Callao, que diminuiu sua movimentação em 13,1% (de 448.809 para 389.818 MT); e o TP Embarque de Minerales – TC registrou queda de 5,8% (de 310.958 para 292.983 TM).

 

Em relação ao granel líquido, este tipo de carga diminuiu 20,2% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Uma variação positiva pode ser observada na TP Logística Peruana Oriente (LPO), que aumentou sua movimentação em mais de 100% (de 3.836 para 12.119 MT).

 

Enquanto isso, uma variação negativa foi registrada na TP Matarani – TISUR, que diminuiu sua movimentação em 58,6% (de 30.797 para 12.758 TM), seguida pela TNM Callao – APMTC, que diminuiu sua movimentação em 26,5% (de 230,837 a 169,566 TM).

 

Atenção do navio

Além disso, a APN destacou que, durante o mês de junho de 2019, 1.565 navios chegaram aos portos do Peru e 1.608 navios desembarcaram em todo o país, observando um aumento na atenção de 15,1%, em comparação com o mesmo mês de ano anterior.

 

No setor fluvial, houve um aumento nos navios recebidos em 20,1%. Enquanto, no campo marítimo, foi observado um aumento de navios recebidos em 5,9%. Especificamente, no porto de Matarani houve um aumento de 19,5% na recepção de navios e o porto de Callao aumentou 4,8%. No caso do porto de Salaverry, a recepção de navios diminuiu 10,5%.

 

No que diz respeito ao maior influxo, também correspondeu à área do rio, incluída nos portos de Iquitos e Nauta com 365 e 243 navios mistos recebidos. Enquanto no campo marítimo os mais representativos são os portos de Callao com 308 navios e Matarani com 49.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais