SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Porto de Vera Cruz, no México, lidera na América Latina uso de blockchain nas operações portuárias clique aqui

Porto de Vera Cruz, no México, lidera na América Latina uso de blockchain nas operações portuárias clique aqui


Fonte: Revista Comércio Exterior & Logística (12 de agosto de 2019 )

O Grupo CICE e a Hitchinson Ports Mexico, para testar a implementação da tecnologia blockhcain no Terminal Marítimo de Vera Cruz, estabeleceu uma aliança com o Complexo Tecnológico de Monterrey, por meio da Escola de Negócios e a Egade Businesse School. O objetivo é incrementar a transparência, conectividade, segurança e eficiência em seus processos operacionais, administrativos e logísticos, informou a Criptodencias.

 

O líder do projeto e diretor de Finanças da Egade Business School, Igor Rivera, explicou que “o Tecnolóico de Monterrey tem uma iniciativa nacional de transformação digital, onde busca alavancar a indústria e a base acadêmica em seu desenho de soluções dentro da nova economia digital. Desta maneira, transmite valor à sociedade através de seus professores, alunos e usuários”, disse.

 

O chefe de Inovações da Hutchison Ports Mexico, Jorge Lecona, por sua vez, disse que “a tecnologia blockchain promete criar uma nova era na logística, com os sistemas proporcionando uma frente única de verdade e onde os participantes nas cadeias logísticas podem ter absoluta certeza na informação compartilhada. Com isso, se promove a confiança entre as partes e se facilita o comércio internacional”, destacou.

 

Na mesma linha, o diretor de Tecnologia do Grupo CICE, Genaro Méndez, observou que “esta nova era de transformação digital nos leva a um entorno muito mais colaborativo. A tecnologia blockchain nos permite rapidez e qualidade nas atividades de operação e traslado da carga já que em um só lugar se registram todos os eventos e transações e tudo é visível para todas as partes envolvidas”. “O seguimento é pontual e em tempo real e se traduz em eficiência e, principalmente, em um incremento no nível do serviço que será percebido pelo cliente”, adiantou.

 

“A união de empresas do setor privado com uma instituição educacional é parte do compromisso da comunidade portuária com a sociedade para impulsionar a eficiência e a transparência de suas operações”, disse Méndez. Segundo ele, “desta forma, este projeto se realiza mirando a evolução a um Porto Inteligente, utilizando soluções de sustentabilidade digital aplicadas às cadeias envolvidas que proporcionam os usuários do porto um melhor serviço logístico com valor agregado.”

 

O Tecnológico de Monterrey se soma à iniciativa de explorar a tecnologia blockchain na comunidade portuária de Vera Cruz, proporcionando a experiência de professores e consultores especialistas com uma visão multidisciplinar. Assim, se facilita a execução do projeto e com ele se tornam as operações mais eficientes e se motiva a transparência digital do porto.

 

Deste modo, a iniciativa com o Porto de Vera Cruz, permite ao Tecnológico de Monterrey buscar apoiar-se na maior referência portuária do México para desenvolver tecnologia de vanguarda. E, assim, possibilitará a agilização e a promoção do comércio exterior do país, atendendo as contínuas necessidades de competência do mercado internacional.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais