SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Cargas gerais incrementam ganhos para a cabotagem em 2018

Cargas gerais incrementam ganhos para a cabotagem em 2018


Fonte: CNT (30 de julho de 2019 )

A CNT divulgou mais uma edição do Economia em Foco, uma publicação que aborda temas e novos cenários que impactam as atividades de transporte. Na edição de julho de 2019, a análise mostra que a cabotagem, a qual geralmente é associada ao transporte de combustível, registrou uma leve mudança de eixo em 2018, quando o assunto são cargas transportadas, o que contribuiu, em alguma medida, para aumentar a porcentagem de ganhos para o modal aquaviário.

 

Os números mostram que, em 2018, as cargas de granel líquido e gasoso representaram 75,0% do volume total transportado por cabotagem em 2018; enquanto os granéis sólidos representaram 12,5%; carga conteinerizada, 8,3%; e a carga geral, 4,2%.

 

Porém, quando são analisadas as taxas de crescimento por perfil de carga, nota-se que o desempenho da cabotagem no país, no ano passado, foi incrementado por tipos de carga que são transportados em menor escala pela via aquaviária. Mais especificamente, destacaram-se as cargas gerais, que tiveram alta de 25,8%; e as cargas conteinerizadas, que cresceram 13,6%. Já os granéis líquidos e gasosos cresceram 3,7%, em linha com a taxa média dos últimos oito anos (2011 a 2018), enquanto granéis sólidos apresentaram uma trajetória de variação mais irregular, registrando queda de 4,4% em 2018.

 

Apesar dessa pequena diversificação da carga transportada por cabotagem, a CNT reafirma que o balanceamento mais estrutural da matriz de transporte brasileira requer políticas de estímulo ao modal, que envolvam a simplificação regulatória e a retomada de investimentos públicos e privados em infraestrutura portuária e novas soluções logísticas.

 

Clique aqui e veja a íntegra da análise


Mais lidas


Trabalhar no Porto de Santos é o sonho de muitos estudantes e profissionais. Oportunidades não faltam! Afinal, são várias empresas que atuam nos quase 8 milhões de m² do maior porto da América Latina.   Com toda essa estrutura, logística e evolução tecnológica, as empresas vêm exigindo cada vez mais profissionais altamente qualificados e capacitados. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais