SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Germaine Robinson, consultora portuário enalteceu a realização do 1º Fórum de Debates Porto & Negócios

Germaine Robinson, consultora portuário enalteceu a realização do 1º Fórum de Debates Porto & Negócios


Fonte: Porto e Notícias (29 de julho de 2019 )

FÓRUM – A consulta portuária, Germaine Robinson, é mais uma especialista da área que enalteceu a realização do 1º Fórum de Debates Porto & Negócios – “O Porto e a Ligação Seca entre Santos e Guarujá”, promovido pelo Sistema Santa Cecília de Comunicação. O evento será em 12 de agosto, a partir das 19h30, no Teatro Coliseu, em Santos. Interessados em participar podem fazer sua inscrição clicando aqui .

 

Em entrevista exclusiva ao #Santaportal , a consultora portuária destaca que a discussão sobre a ligação seca é essencial antes que uma decisão definitiva sobre o assunto seja tomada. “Eu acho fundamental porque a voz de Santos tem que ser ouvida. Não adianta que venha um projeto como uma determinação (por parte do governo estadual), sem que a comunidade e o empresariado sejam escutados. Até mesmo a autoridade portuária (Codesp) está questionando esse projeto. Acho que o Fórum promovido pelo Sistema Santa Cecília é uma excelente oportunidade para que a gente volte a debater um assunto que já deveria ter sido encerrado. Antes que se faça algo que seja inviável no futuro que se discuta esse tema agora”, disse.

 

Segundo Germaine, é surpreendente que a ideia da ponte tenha sido retomada nos últimos meses como a solução para o problema da ligação seca entre Santos e Guarujá. “Hoje a gente fica meio surpreso com a volta da história do projeto da ponte. Tivemos primeiro a ideia da ponte, depois veio o projeto do túnel, que de certa maneira ‘matou’ o projeto da ponte, inclusive questionando alguns aspectos que a ponte limitaria. Mas é isso o que nós estamos voltando a discutir agora. Para a nossa surpresa, essa ideia (ponte) voltou a ser debatida como o projeto definitivo. A ponte interessa aos políticos, porque ela é visível. E o túnel interessa ao empresariado e aos técnicos, porque é uma solução mais adequada para a estrutura da cidade de Santos”, afirmou.

 

Para a consultora portuária, o projeto da construção de um túnel submerso seria a alternativa mais viável para a solução do problema. “Até pela questão das limitações futuras que a ponte ofereceria e o túnel não, pois ele (o túnel) tem uma interferência menor em toda a questão da malha viária, ao passo que a ponte você tem uma alça de acesso muito longa que vai complicar tudo. Você tem vários “senões” em relação ao projeto da ponte. Claro que o projeto do túnel também temos alguns “senões” que poderiam ser tratados. Você teria que deslocar algumas residências, que teriam que ser desapropriadas para poder efetivamente construir a entrada e saída do túnel em Vicente de Carvalho.

 

Em uma avaliação fria, na minha opinião, o túnel é mais viável, pois esse projeto contemplaria não só a questão da mobilidade urbana e do transporte de cargas, como a questão do VLT e da ciclovia integrados. Além do que, a extensão do túnel é de 1,5 Km, enquanto a ponte, além de estar em uma localização que talvez não atenda a mobilidade urbana, ela está em uma distância de 7 Km, 7,5 Km. Dessa maneira, se olharmos friamente e mesmo pelas interferências futuras, em projeto de expansão e aumento da dimensão dos navios, o projeto do túnel sem dúvidas seria a melhor solução”, concluiu.

 

No vídeo acima da matéria você também conferir a entrevista de Germaine Robinson para o apresentador Irineu Alves na edição desta quinta-feira (18), do Caderno Regional, da Santa Cecília TV.

 

O Fórum
O 1º Fórum de Debates Porto & Negócios – “O Porto e a Ligação Seca entre Santos e Guarujá” vai contar com a mediação de Maxwell Rodrigues, apresentador do programa Porto & Negócios, da Santa Cecília TV, e vai debater os projetos para a construção de uma ligação seca entre as cidades de Santos e Guarujá, uma das maiores reivindicações do setor portuário e da população da Baixada Santista.

 

A proposta de acesso entre as margens direita e esquerda do Porto de Santos por meio de uma ponte é considerada, atualmente, a principal alternativa para permitir a expansão do cais santista. Caso aprovada, ela será construída pela Ecovias, concessionária do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), ao custo de R$ 2,9 bilhões, em troca de um maior prazo de concessão das estradas.

 

O estudo prevê 7,5 km de extensão, ligando a Via Anchieta à Rodovia Cônego Domênico Rangoni, para facilitar a integração entre Santos insular e continental, também favorecendo, Guarujá, e agilizar a movimentação logística do porto. Porém, há questionamentos sobre seu vão e altura, além de demandar processo de licenciamento ambiental.

 

Durante o fórum serão discutidas as vantagens e desvantagens logísticas, além do debate sobre qual é a melhor opção para uma ligação entre as cidades: a construção de uma ponte ou de um túnel.

 

A outra alternativa existente para a ligação seca entre as margens do Canal do Estuário, desta vez entre Santos e Guarujá, é a construção de um túnel, que já tem projeto executivo licenciado ambientalmente. A proposta de uma tecnologia inédita no país permitiria a ligação entre os municípios, inclusive com a remoção da barreira aérea representada pela linha de transmissão de energia da Usina de Itatinga com extensão do trajeto em 1,2 km, ainda contempla VLT, ciclovias e passagem para pedestres.

 

Além do mediador, representantes do governo federal, estadual, das prefeituras de Santos e Guarujá e do Porto vão participar do encontro. O debate também será aberto a perguntas do público presente ao fórum.

 

O Teatro Coliseu fica na Rua Amador Bueno, nº 237, no Centro de Santos.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais