SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Kenny Mendes articula reativação da Ferrovia Santos-Jundiaí

Kenny Mendes articula reativação da Ferrovia Santos-Jundiaí


Fonte: A Tribuna (11 de julho de 2019 )
Deputado elegeu Educação, Turismo e acessos logísticos como temas prioritários de seu mandato (Vanessa Rodrigues/AT)

Estreante na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), o deputado estadual Kenny Pires Mendes, o Professor Kenny (PP), elegeu Educação, Turismo e acessos logísticos como temas prioritários de seu mandato. Com pouco mais de 100 dias no cargo, ele conseguiu articular a realização de dois testes operacionais para reativar a histórica Ferrovia Santos-Jundiaí para fins de lazer.

 

Kenny afirma que o uso do ramal ferroviário para passageiros segue em fase de testes com composições maiores. Até agora, foram realizados trajetos com apenas dois vagões. “Para ver a viabilidade econômica, [a linha] será iniciada de forma turística, operando até o terminal de passageiros [Concais]. Depois, espera-se a ampliação para o transporte de passageiros diários”.

 

Ele indica que apenas os serviços de fretados para a Grande São Paulo transportam 18 mil pessoas por dia.

Membro da Comissão de Assuntos Metropolitanos e Municipais, o parlamentar busca resolver no colegiado uma antiga queixa dos usuários do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI): a segregação de caminhões e veículos de passeio. Assim, Kenny acredita que a Via Anchieta deve ter fluxo exclusivo para cargas.

 

“Até para o Porto de Santos seria vantajoso. A operação portuária não ficaria refém da temporada, já que o caminhão não precisaria dividir espaço e tempo como carros e motos”.

 

Saúde e Segurança Pública também estão nos planos do ex-vereador, que teve a maior votação para a Câmara de Santos. Fenômeno de votos puxados por mobilização nas redes sociais, o deputado apresentou na Casa três projetos de lei voltados à população mais jovem.

A primeira proposta condiciona a apresentação da caderneta de vacinação para a matrícula de estudante em unidades públicas e privadas. Antes mesmo de avançar nas comissões internas da Alesp, a medida já foi replicada em 11 cidades paulistas.

 

“É algo que me deixa feliz e sei que vai salvar vidas. Segundo o Ministério da Saúde, apenas no ano passado 13 mil crianças morreram no Brasil por falta de vacinas”.

 

Outra proposta de Kenny é o ensino de artes marciais nas escolas paulistas. Ele afirma que a medida ajudaria no combate à evasão escolar e indisciplina em sala de aula.

 

O parlamentar também sugere a destinação de 10% dos parques públicos em áreas adaptadas para crianças e adolescentes portadores de deficiência.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais