SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   8ª Conferência Latino América de Navios Patrulha reúne 130 representantes de 15 países no Rio de Janeiro

8ª Conferência Latino América de Navios Patrulha reúne 130 representantes de 15 países no Rio de Janeiro


Fonte: Marinha do Brasil (27 de junho de 2019 )
Autoridades e palestrantes da 8ª Conferência Latino América de Navios Patrulha

A Marinha do Brasil participa, de 25 a 27 de junho, da 8ª Conferência Latino América de Navios Patrulha, realizada no Rio de Janeiro. O evento, que reúne 130 representantes de mais de 15 países, entre eles Alemanha, Argentina, China, EUA, Itália, Reino Unido e Uruguai, tem como objetivo apresentar e propor soluções para o desenvolvimento de políticas de defesa naval, além de oferecer informações sobre novos recursos e meios empregados nas Marinhas ao redor do mundo.

 

 

 

Participantes durante o primeiro dia da 8ª Conferência Latino América Navios Patrulha

As autoridades brasileiras apresentaram um panorama geral do trabalho desenvolvido em todo o país nas áreas de defesa, econômica e social; destacando as ações estratégicas para o desenvolvimento de políticas da defesa naval, a implementação de um Cluster Marítimo no Rio de Janeiro, o andamento do Programa de construção de navios da “Classe Tamandaré”, o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), a importância das hidrovias para acesso a outras regiões, o uso das águas dos mares para fins de exportação, e ainda turismo marítimo, sempre visando o crescimento econômico do País. 

 

 

 

 

Diretor-Presidente da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), Vice-Almirante (RM1-IM) Edésio durante a palestra sobre “As novas estratégias de negócios da EMGEPRON”

Segundo o Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Cunha, “a Marinha não é apenas de Marinha de guerra, ela possui programas de desenvolvimento social que contribui para a defesa”, referindo-se aos pontos de interesse e atuação da instituição, tais como: o tráfego marítimo, comércio exterior, segurança na navegação, cabotagem, pesquisas científicas, assistências médicas entre outras contribuições para o desenvolvimento da indústria nacional.

 

O Diretor-Presidente da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), Vice-Almirante (RM1-IM) Edésio, falou sobre “As novas estratégias de negócios da EMGEPRON”, que envolvem o desenvolvimento e acompanhamento de projetos e programas já em andamento.

 

 

Vice-Almirante Manuel Antônio Martinez Ruiz, Diretor de engenharia e construção naval da Marinha Espanhola

Durante o primeiro dia, houve ainda palestras das marinhas da Espanha, do Uruguai, da Argentina, de Honduras, e da Nicarágua, além das empresas Leonardo, Damen Shipyards e  Roxtec Brasil. A programação da conferência conta também com uma visita de 50 dignitários, no dia 27, ao Navio Patrulha “Apa”.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais