SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Bacia de evolução do Porto de Itajaí vai custar mais R$ 45 milhões para ficar pronta

Bacia de evolução do Porto de Itajaí vai custar mais R$ 45 milhões para ficar pronta


Fonte: NSC Total (24 de maio de 2019 )
Foto: Luiz Carlos Souza, Arquivo Pessoal

Considerada entregue pelo Governo do Estado, mas sem condições operacionais, a bacia de evolução – área de manobras para os navios que entram nos portos de Itajaí e Navegantes – ainda vai demandar investimentos de mais R$ 45,5 milhões. O valor, que deve ser absorvido pelo Porto de Itajaí, será apresentado nesta quinta-feira pelo superintendente do terminal, Marcelo Salles, à Câmara de Vereadores.

 

Embora não haja necessidade de uma autorização do Legislativo nesse caso, o porto quer formalizar o aval à continuidade da obra, que será incorporada, em forma de aditivo, ao contrato de dragagem permanente do canal de acesso aquaviário. Se os vereadores forem receptivos, a proposta deve virar projeto de lei para tramitar em regime de urgência.

 

A ideia é finalizar a obra com uma draga especial, chamada Back Hoe, que tem capacidade de sugar não apenas os sedimentos do fundo do rio, mas também as pedras maiores. É um modelo diferente e mais rápido do que foi adotado pela Triunfo, empresa contratada pelo Estado, em que as pedras eram “pinçadas” do leito do rio, uma a uma.

 

A Portonave, em Navegantes, se comprometeu a pagar o transporte do maquinário, que está concluindo uma obra no Porto de Santos (SP), até Itajaí – o que demandará um investimento de R$ 5,5 milhões. Os outros R$ 40 milhões serão pagos pelo porto, e diluídos nos próximos cinco anos.

 

Não é pequeno o volume do trabalho que há pela frente. O levantamento da Superintendência do Porto de Itajaí mostrou que ainda há 1,2 bilhão de metros cúbicos de material a ser retirado da área da bacia de evolução. Há pontos em que a dragagem, que deveria atingir 13 metros, chegou a apenas sete.

 

O Estado alega ter dado a obra como concluída porque o volume de dragagem que estava no contrato com a empresa Triunfo foi alcançado. A dragagem precisou ser paralisada durante o período de defeso do camarão, o que teria agravado o assoreamento e aumentado a quantidade de material a ser dragada.

 

Bacia pronta até fevereiro
Para os poros de Itajaí e Navegantes, não há muitas opções disponíveis. Como o Estado já deu o trabalho por terminado, ou terminam a obra emergencialmente, ou arriscam o assoreamento do que já foi feito.

 

Se a proposta da Superintendência do Porto de Itajaí for aceita, a draga deve chegar no mês que vem e terminará a parte mais pesada do trabalho até agosto. O aprofundamento da bacia de evolução será feito pelo equipamento que já foi licitado pelo porto, para a dragagem de manutenção. A ideia é que, até fevereiro do ano que vem, a área de manobras esteja homologada pela Marinha e pronta para receber navios maiores, com até 336 metros.

 

Só neste primeiro quadrimestre, a Portonave deixou de operar oito escalas de um navio, e a APM Terminals, que opera em Itajaí, transferiu um serviço de ligação com o Norte da Europa para Itapoá, porque as embarcações estão acima dos limites atuais do Complexo Portuário. Só em Navegantes, a perda já foi de mais de R$ 16 milhões para a cadeia portuária.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais