SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Consumo de plástico cada vez mais controlado

Consumo de plástico cada vez mais controlado


Fonte: Jornal da Economia do Mar (10 de maio de 2019 )

Os países estão à beira de um acordo sobre o controlo do comércio de resíduos plásticos. Este acordo coloca os Estados Unidos numa posição difícil. E porquê? Porque, desta forma, será mais difícil o país exportar plástico não triado para economias emergentes da Ásia e para descarte, segundo a Reuters.

 

A poluição global aumentou a procura por reciclagem de plástico e melhor gestão de resíduos, no entanto, de acordo com grupos ambientalistas, apenas 9% do plástico é reciclado. E os países continuam a exportar grandes quantidades de plástico: segundo números da ONU, a Alemanha, os Estados Unidos e o Japão exportaram mais de mil milhões de quilos de resíduos plásticos em 2018.

 

A União Europeia já concordou em proibir itens de plástico de uso único, como palhinhas, garfos e facas ou cotonetes até 2021. No que respeita à poluição da Noruega, do Japão e de vários países africanos, será realizado um tratado para que os resíduos mistos ou plásticos que não estejam prontos para reciclagem e estejam para ser embarcados sejam adicionados à lista de substâncias que exigem o consentimento prévio dos importadores.

 

“Se esta (proposta) passar, na verdade melhora a regulamentação sobre o comércio de resíduos plásticos, tornando muito mais difícil despejar resíduos de plástico nos países em desenvolvimento que não podem lidar com isso nem geri-los com segurança”, explicou o Gestor de Política de plásticos do grupo de defesa do ambiente World Wide Fund for Nature (WWF).


Mais lidas


O Covid-19 na Baixada Santista vem deixando uma alta taxa de ocupação de leitos na rede hospitalar na região. Atentos a isso e solidários a nossa população, vamos promover ações no Porto, para garantir cumprimento dos protocolos sanitários já definidos. Tudo isso através das competências da Santos Port Authority (SPA), do Sindicato dos Operadores Portuários […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais