SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Associação de armadores de contêineres é criada para atuar na padronização digital no transporte

Associação de armadores de contêineres é criada para atuar na padronização digital no transporte


Fonte: Portos e Navios (17 de abril de 2019 )

A DCSA (Digital Container Shipping Association) foi oficialmente lançada em Amsterdã em 10 de abril, depois de obter a aprovação regulatória da Federal Maritime Commission (FMC) dos EUA no mês passado. Entre os parceiros estão a MSC, a AP Moller-Maersk, a Hapag-Lloyd e a Ocean Network Express, com mais participantes no futuro.

 

O plano para criar uma associação neutra sem fins lucrativos para transportadoras oceânicas foi anunciado pela primeira vez em novembro de 2018. A associação, que foca na padronização, digitalização e interoperabilidade no transporte de contêineres, está iniciando suas operações com uma equipe de liderança de alto nível.

 

“Pela primeira vez em vinte anos, a indústria de transporte de contêineres se uniu a um objetivo comum de levar a indústria para a era digital. Com a aprovação regulatória, esperamos que a associação assuma o trabalho e comece a colaborar com várias partes interessadas de toda a cadeia de valor ”, afirma André Simha, diretor de informações da MSC Mediterranean Shipping Company e presidente do Conselho de Supervisão de DCSA.

 

Um dos primeiros projetos da associação será focar nos padrões digitais para lidar com a falta de uma base comum para interfaces e dados técnicos. A associação também está criando um plano de processos industriais, que será outra parte significativa do futuro do transporte. O trabalho realizado será para o benefício de toda a indústria, já que todos os padrões serão publicados abertamente e estarão disponíveis gratuitamente para as partes externas interessadas, disseram os parceiros em um comunicado.

 

Sede Neutra em Amsterdã

A localização da sede da associação escolhida foi a cidade de Amsterdã, que é vista como neutra. Ao mesmo tempo, afirma a associação, é possível proporcionar proximidade com a infraestrutura de transporte e facilidade de acesso.

 

“A DCSA está trabalhando para o benefício de todo o setor de transporte de contêineres, por isso foi importante para nós que a sede estivesse localizada em um local neutro, sem que partes interessadas ou empresas específicas fossem favorecidas”, diz Simha.

 

A DCSA está em discussões com linhas de contêineres de todo o mundo interessadas em participar. Os preparativos para mais duas empresas participarem já estão em andamento, disseram os parceiros.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais