SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Ministra discute com representantes do café a elaboração de políticas para o setor 

Ministra discute com representantes do café a elaboração de políticas para o setor 


Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (12 de abril de 2019 )
Tereza Cristina disse que deverá ser lançado brevemente um programa voltado para a instalação de 50 mil torres de internet em todo o país

Durante a primeira reunião do Conselho Deliberativo da Política do Café, nesta quinta-feira (11), a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina ouviu sobre as dificuldades enfrentadas pela cafeicultura no momento. De acordo com a ministra, há uma grande oferta de café no mercado mundial, o que resulta na queda do preço. Ela destacou a importância da reunião para discutir a criação de políticas que possam proteger os pequenos produtores da redução no valor do produto.

 

“Hoje existe um excesso de oferta de café no mundo e ai o mercado brasileiro naturalmente tem um efeito desse excesso lá fora. Isso é que nós estamos tratando para minimizar esse efeito dessa baixa de preço que reflete no produtor rural, principalmente no pequeno produtor”.

 

Pela manhã, representantes da frente parlamentar do café, acompanhados de 40 prefeitos que compõe o Consórcio Público para o Desenvolvimento do Café no Sul e Sudoeste de Minas Gerais (Concafé), apresentaram algumas reivindicações para o setor. Entre os pleitos apresentados estão o da construção da rota turística do café, a implantação da rede de internet no campo e a melhoria do preço mínimo.

 

A ministra declarou que encaminhará as solicitações. Falará com o ministro do Turismo, Marcelo Antônio, sobre a rota do café e com o ministro Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, sobre os problemas de conectividade.

 

“Afinal disse ela, deverá ser lançado brevemente um programa voltado para a instalação de 50 mil torres de internet em todo o país, melhorando a comunicação e, inclusive trazendo mais segurança ao homem do campo” concluiu.
Finalizando, ela disse que quanto ao preço mínimo para o café, lembrou que é a Conab que faz o cálculo do preço, que tem de ser aprovado no Conselho Monetário Nacional.

 

Tereza Cristina lembrou aos participantes que no dia 6 de maio irá ao Japão. Em Tóquio, participará de uma promoção de degustação de cafés especiais brasileiros. O evento será em uma cafeteria, que oferecerá 1.000 cafés gratuitos à população, como parte do marketing do produto nacional. E acrescentou que pretende fazer o mesmo nas próximas viagens a China e ao Vietnã.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais