SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Regulamentação   /   Santos registra 1ª caso de sarampo no Estado desde 2000

Santos registra 1ª caso de sarampo no Estado desde 2000


Fonte: Diário do Litoral (29 de março de 2019 )

A cidade de Santos registrou o primeiro caso autóctone de sarampo no estado de São Paulo, desde que a circulação endêmica da doença foi interrompida no ano de 2000. Neste período, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, gestão João Doria (PSDB), ocorreram “casos esporádicos”, trazidos por estrangeiros que vivem em regiões do mundo em que o controle da doença ainda não foi atingido.

 

O secretário municipal de Saúde de Santos, Fábio Ferraz, disse que uma menina de 4 anos foi contaminada sem ter saído da cidade e também sem ter tido contato com outra pessoa contaminada. “Confirmamos o caso dela na segunda-feira (25). Imediatamente realizamos bloqueios vacinais na escola onde a menina estuda e na região onde mora”.

 

A criança foi afastada das aulas da rede municipal de ensino, até que fique curada do sarampo. Ferraz afirmou que cerca de 200 pessoas, entre alunos e funcionários, foram vacinados na unidade de ensino, além de cerca de 300 pessoas que moram perto da garota, no bairro Macuco.

 

Desde 18 de fevereiro deste ano, segundo a Saúde estadual, 21 casos de sarampo foram registrados, referentes a um surto da doença no cruzeiro Seaview, da MSC, que atracou no porto da cidade. “Quando foi confirmado o contágio no navio, iniciamos uma campanha no porto, para vacinar pessoas que embarcam no cruzeiro”, afirmou o secretário.

 

Até o momento, cerca de 44 mil pessoas que embarcaram no navio da MSC foram imunizadas. O governo municipal irá aplicar, neste sábado, cerca de 4.000 vacinas em passageiros que irão viajar no cruzeiro. “Será o último bloqueio de vacina neste caso”, acrescentou o secretário.

 

Dos 21 casos confirmados por conta do cruzeiro, dois deles são de um morador de Santos, de 21 anos, contaminado “por importação” e uma funcionária da prefeitura, de 52 anos, que foi ao navio para atender aos casos de sarampo na ocasião.

 

Sintomas e tratamentos

O professor Aluísio Segurado, titular do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), explicou que o sarampo é uma doença transmitida pelo ar. “Quando a pessoa está infectada, um espirro ou tosse pode transmitir o vírus”.

 

Ele disse que, após o contágio, demoram entre uma e duas semanas para que os primeiros sintomas da doença se manifestem. São eles: febre de até 40 graus, olhos lacrimejando, nariz escorrendo, além de tosse. “Depois deste quadro, começam a aparecer as manchas na pele”, afirmou. As manchas começam no couro cabeludo e em até três dias, descem para o rosto, pescoço, peito, atingindo todo o corpo.

 

O especialista falou que o tratamento contra a doença se resume em dar antitérmicos para controlar a febre e “muita hidratação”. “Em casos mais raros, pode ocorrer do paciente ter pneumonia bacteriana secundária, o que pode matar. Há também situações, mais raras ainda, em que a doença atinja o cérebro, infeccionando o sistema nervoso”, explicou o especialista.

 

Erradicação

O Brasil vai perder o status de país livre do sarampo, após um ano sem conseguir interromper a transmissão da doença. A informação foi confirmada no último dia 19 pelo Ministério da Saúde, após o registro de um novo caso da doença no Pará.

 

Por conta disso, o Brasil vai perder o certificado internacional de eliminação da doença, concedido em 2016 pela Opas (Organização Pan-americana de Saúde).


Mais lidas


O Covid-19 na Baixada Santista vem deixando uma alta taxa de ocupação de leitos na rede hospitalar na região. Atentos a isso e solidários a nossa população, vamos promover ações no Porto, para garantir cumprimento dos protocolos sanitários já definidos. Tudo isso através das competências da Santos Port Authority (SPA), do Sindicato dos Operadores Portuários […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais