SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Soamar premia ganhadores do 1º Concurso de redação “Amazônia Azul”

Soamar premia ganhadores do 1º Concurso de redação “Amazônia Azul”


Fonte: Portos e Navios (14 de março de 2019 )

No dia 15 de março, a Sociedade Amigos da Marinha do Rio de Janeiro (Soamar-RJ) vai premiar os ganhadores do 1º Concurso de redação “Amazônia Azul”, que tem como propósito aprofundar o tema e dar maior conhecimento à sociedade desta porção do oceano Atlântico adjacente ao território brasileiro.  A cerimônia será realizada no Salão Nobre do Edifício Almirante Tamandaré e contará com a presença do Comandante da Marinha.

 

O concurso, que tem as inscrições gratuitas, foi lançado em outubro de 2018, no Comando do 1º Distrito Naval, sendo organizado pela Soamar-RJ, com coordenação da Fundação Cesgranrio e patrocínio do Conselho Nacional de Praticagem (Conapra). A premiação é feita em duas categorias: universitários e geral, do 1º ao 10º lugar. Para os três primeiros, o bônus é um valor em dinheiro: dez mil reais, dois mil reais e mil reais, respectivamente. E do 4º a 10º colocados, são tablets.

 

Saiba mais:

A Marinha do Brasil criou o termo “Amazônia Azul” para, em analogia com os recursos daquela vasta região terrestre, representar sua equivalência com a área marítima.  Trata-se de uma extensa área oceânica, com cerca de 4,5 milhões de km², o que equivale a, aproximadamente, metade da nossa massa continental, e que o Brasil possui o direito de explorar.

 

No mar estão as reservas do pré-sal e dele retiramos cerca de 85% do petróleo, 75% do gás natural e 45% do pescado produzido no país. Por nossas rotas marítimas, escoamos mais de 95% do comércio exterior brasileiro. Nessa área existem recursos naturais e uma rica biodiversidade ainda inexplorados.

 

Com a criação do termo “Amazônia Azul”, a Marinha pretende voltar os olhos do país para o mar sob sua jurisdição, por ser fonte infindável de recursos, pelos seus incalculáveis bens naturais e pela sua biodiversidade.

 

Serviço:

Data: 15 de março de 2019

Hora: 15h

Local: Salão Nobre do Gabinete do Comandante da Marinha (Ed. Almirante Tamandaré, 3º Andar – Praça Barão de Ladário, s/n – Centro – Rio de Janeiro)


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais