SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Operações   /   Novo presidente quer estatal que administra o Porto de Santos ‘protegida contra corrupção’

Novo presidente quer estatal que administra o Porto de Santos ‘protegida contra corrupção’


Fonte: G1 (7 de março de 2019 )
Presidente da Codesp afirma que seu objetivo é tornar o porto de Santos o melhor da América Latina — Foto: Liliane Souza/G1 Santos

Tornar o Porto de Santos, no litoral de São Paulo, o melhor da América Latina e protegido contra a corrupção. Esses são dois dos principais objetivos do novo diretor-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Casemiro Tércio Carvalho, que assumiu o cargo na segunda-feira (25).

Outra questão que está na pauta de Carvalho é o déficit da Usina Itatinga, responsável por fornecer a maior parte de energia elétrica ao Porto de Santos. Ele afirma que teve acesso a relatórios que mostram que a usina não consegue se recuperar financeiramente com a venda de energia.

 

“Se isso for verdade, de fato, a ideia é fazer um chamamento oferecendo um contrato de longo prazo para consumo de energia para a comunidade portuária. E fazer uma espécie de leilão de energia para o porto. Eu levanto o contrato, digo quanto o porto consome e que estou disposto a pagar até tanto pela energia. Seria um leilão reverso”, afirma.

 

Após isso, o objetivo é explorar o potencial econômico do local de outra forma. “Pode se tornar uma área de visitação de ecoturismo, um hotel fazenda, um museu, enfim. O que não dá é continuar do jeito que está hoje. A gente tem um contrato de manutenção que é deficitário, não é eficiente”, completa.

 

Descentralização

Carvalho destaca que é preciso garantir que o corpo técnico da companhia dialogue com os sindicatos e a prefeitura e afirma que é favorável à descentralização da gestão do porto de Santos, ou seja, que decisões ligadas a interesses da região deixem de ser tomadas em Brasília e fiquem a cargo da diretoria executiva da Codesp.

 

“O que a gente precisa é saber o que é interesse nacional e o que é interesse local. A gente não pode esquecer que o Porto de Santos é um porto de interesse nacional. Ele atende uma carga que sai de Rondonópolis, no meio do mapa do Brasil. Então não pode dar as costas para o Brasil olhando só para a cidade de Santos. E eu também não posso dar as costas para o Brasil e olhar só para Santos”, diz.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais