SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Produtos florestais lideram o ranking das exportações do agronegócio no mês de janeiro

Produtos florestais lideram o ranking das exportações do agronegócio no mês de janeiro


Fonte: Comex do Brasil (14 de fevereiro de 2019 )

 

Brasília –  Com exportações no total de US$ 1,45 bilhão, récorde para o mês de janeiro, as vendas externas de produtos florestais assumiram, pela primeira vez na história, a posição de principal setor exportador do agronegócio no primeiro mês do ano, à frente de produtos como o complexo soja, carnes, milho entre outros.

 

De acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), os cinco principais setores exportadores do agronegócio em janeiro foram: produtos florestais (participação de 21,9%); complexo soja (participação de 20,1%); carnes (participação de 15,5%), cereais, farinhas e preparações (participação de 13%); e café (participação de 6,8%).

 

Estes setores foram responsáveis por 77,3% do valor total exportado em produtos do agronegócio em janeiro de 2019. No mesmo mês do ano passado, os mesmos cinco setores foram responsáveis por 70,8% do valor total embarcado. Portanto, ocorreu uma concentração da pauta exportadora do agronegócio na comparação entre os dois períodos.

 

No setor dos produtos florestais, a liderança ficou por conta das vendas externas de celulose, no valor de US$ 1,02 bilhão em janeiro último, com uma alta de 45,2% em relação aos US$ 714,56 milhões exportados no primeiro mês de 2018. Pela primeira vez o Brasil exportou mais de US$ 1 bilhão em celulose em um mês de janeiro.

 

O aumento da receita deveu-se ao crescimento da quantidade exportada (+25,4% entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019), atingindo o volume récorde de 1,73 milhão de toneladas exporatadas, enquanto o preço médio de exportação do produto subiu 13,6% no período. Por outro lado, os embarques de madeira e suas obras totalizaram US$ 255,19 milhões (queda de 5,0%) e as exportações de papel subiram 6,8% para US$ 177,43 milhões.

 

As exportações do complexo soja subiram de  US$ 1,03 bilhão em janeiro de 2018 para US$ 1,33 bilhão (alta de 28,9%) em janeiro de 2019, récorde para o mês de janeiro. As vendas externas de soja em grão também foram recorde para o mês de janeiro, tanto em quantidade quanto em valor exportado. As vendas externas do grão subiram de US$ 594,26 milhões em janeiro de 2018 para US$ 81492 milhões em janeiro de 2019, com um aumento de 37,1%.

 

As vendas externas de carnes tiveram retração em janeiro, diminuindo de US$ 1,19 bilhão para US$ 1,03 bilhão (queda de 13,1%). A redução da quantidade exportada explica a queda das exportações do setor, embora o preço médio de exportação das carnes também tenha diminuído (-1,9%).

 

As exportações de cereais, farinhas e preparações ficaram na quarta posiçao dentre os principais setores exportadores do agronegócio em janeiro. O setor exportou US$ 864,5 milhões no mês passado, o que representou uma expansão de 58,5% em relação aos US$ 545,33 milhões exportados pelo setor no mesmo mês do ano passado. O milho foi o principal cereal exportado, com US$ 734,08 milhões em exportações (+56,5%).

 

De acordo com os dados do Mapa, o quinto principal setor exportador em janeiro de 2019 foi o setor cafeeiro. As vendas externas de café totalizaram US$ 448,00 milhões (queda de 1,0%).  As exportações de café verde foram de US$ 408,42 milhões em janeiro de 2019 (-2,2%). O volume embarcado foi récorde para os meses de janeiro, com 182 mil toneladas (+15,9%).


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais