SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Operações   /   Temperaturas mais quentes no mar geram mais tempestades

Temperaturas mais quentes no mar geram mais tempestades


Fonte: Jornal Economia do Mar (31 de janeiro de 2019 )

Um estudo recente realizado pela NASA mostrou que o aquecimento dos oceanos tropicais pode levar a um aumento substancial de tempestades até ao final do século. De acordo com o estudo, as tempestades extremas (usualmente com 3 milímetros de chuva por hora numa área de 25 quilómetros) são formadas quando a temperatura da superfície do mar é superior a 28 graus celsius.

 

“É do senso comum que as tempestades mais agressivas aumentarão com a subida das temperaturas. Até porque as mesmas ocorrem tipicamente na estação mais quente do ano”, explicou Hartmut Aumann, do Laboratório NASA’s Jet Propulsion, na Califórnia. “Mas os nossos dados fornecem a primeira estimativa quantitativa de quanto devem estas mesmas tempestades aumentar, pelo menos tendo em conta os oceanos tropicais”, refere aquele responsável.

 

O que projectam, neste sentido, os modelos climáticos é que, com o aumento constante do dióxido de carbono na atmosfera (1% ao ano), as temperaturas da superfície dos oceanos tropicais poderão subir até 2,7 graus Celsius. Pelo que a equipa conclui que se tal acontecesse, a frequência de tempestades extremas aumentaria até 60% na época.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais