SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Com custo 30% menor, cabotagem ganha espaço no mercado de transporte

Com custo 30% menor, cabotagem ganha espaço no mercado de transporte


Fonte: Canal Rural (29 de janeiro de 2019 )

As empresas de cabotagem cresceram no último ano e devem ganhar cada vez mais espaço no mercado. Isso vem ocorrendo porque a criação da tabela do frete encareceu o transporte terrestre, em muitos casos, inviabilizando o transporte de grãos mais baratos, como o milho, que é indispensável ao setor pecuário.

 

A crise e o frete mais caro levaram o mercado a “descobrir” a navegação de cabotagem, isto é, o transporte de mercadorias de um porto a outro, no mesmo país, sem perder a costa de vista.

 

ACESSE AO VÍDEO https://tv.uol/17eul

 

No litoral paulista, um terminal da empresa Santos Brasil registrou aumento de 42% na demanda em 2018 e bateu recordes de operação a cada mês. A companhia tem outras duas unidades, uma em Santa Catarina e outra no Pará.

 

A Santos Brasil investiu cerca de R$ 44 milhões nas três unidades – uma prova de que o setor está apostando alto e se preparando para atender um grande mercado.

 

“O Brasil tem um mercado potencial que é possível multiplicar por sete. Nós acreditamos que o crescimento da cabotagem se dará de forma acentuada”, afirma Danilo Ramos, diretor comercial Santos Brasil.

 

O custo logístico é um dos fatores atrativos do ramo. “O custo é aproximadamente 30% menor do que o do transporte terrestre. Essa é a principal vantagem, que alavancou a transição do modal rodoviário para o marítimo”, acrescenta.

 

Até o momento, o diretor da Santos Brasil calcula que o aumento registrado no transporte marítimo eliminou a necessidade de mil viagens rodoviárias. “O que representa mil chances a menos de sofrer com a insegurança nas entradas”, diz.

 

“Existe uma insegurança muito grande com assaltos nas estradas. Sem contar a falta de infraestrutura, os acidentes e a questão dos seguros, que são caros”, avalia Ariel Mendes, da ABPA.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais