SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Mercado   /   Diretor-geral da ANP diz que setor de petróleo vive um momento de transformação

Diretor-geral da ANP diz que setor de petróleo vive um momento de transformação


Fonte: O Globo (7 de janeiro de 2019 )
Decio Oddone, Diretor-geral da ANP                      (Foto: Yasuyoshi Chiba / Agência O Globo

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Décio Oddone, disse que o setor vive um momento de celebração e um dos momentos de maior transformação. Segundo ele, a posse do novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, é um desses momentos.

 

— Hoje, voltamos a ter orgulho da Petrobras. Tivemos avanços também com a agenda da ANP, destravando os investimentos. A indústria terá um novo patamar, que era inesperado. A produção e a arrecadação vão crescer. Temos que continuar nesse caminho — disse ele.

 

Segundo ele, a Petrobras tem tido uma postura correta privilegiando seus acionistas e criando uma política de preços.

 

— Essa institucionalização não existia. Há o desafio de busca de transparência de preços, já que recentemente a companhia divulgou sua fórmula de preços na gestão de Ivan Monteiro. Temos que acabar com as distorções e que as reduções feitas pela Petrobras cheguem ao consumidor. Estou seguro que com a gestão do Roberto todas essas mudanças serão aprofundadas e que consigam entregar preços justos aos brasileiros.


Mais lidas


  Na última sexta-feira (08) o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP) recebeu, na sua sede, o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura (MInfra), Mario Povia.   Essa foi à primeira visita do secretário a entidade desde que assumiu a pasta, em maio deste ano, e […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais